quarta-feira, 3 de outubro de 2012

A jovem que decidiu leiloar sua virgindade na internet

Não tenho em mim nenhum conservadorismo extremado, moralista, nem muito menos me considero um careta ou coisa assim, a ponto de me escandalizar e me espantar com tudo aquilo que a sociedade venha enxergar como sendo fora dos padrões morais. Entretanto, tem coisas que não dão pra segurar. É o caso por exemplo da jovem Catarina Migliorini, a jovem catarinense de 20 anos que decidiu leiloar sua virgindade na internet. É claro que cada um faz da sua vida o que quer, como quiser e ninguém tem nada a ver com isso. Porém, há situações que nos levam a uma reflexão. E essa não é diferente. Segundo ela, essa era a oportunidade que tinha de viajar e conhecer novas culturas. A jovem participa desse leilão através de um concurso, do qual prevê também o projeto, a gravação de um documentário sobre a história e a sua preparação para a primeira vez. O leilão começou a ser divulgado no dia 15 de setembro. Seu encerramento ocorrerá no dia 15 desse mês de outubro. A primeira vez dela deve ocorrer 10 dias depois, ou seja, no dia 25. Curioso, além do fato em si, é que existe até um roteiro e a forma de como se dará o ato sexual. Tudo deve acontecer durante um voo que sairá da Austrália ou da Indonésia com destino aos Estados Unidos. Antes que eu esqueça, devo dizer também que existem regras para serem cumpridas pelo vencedor. O ganhador deverá usar e, de maneira obrigatória, camisinha. E mais; não poderá beijá-la, nem tão pouco realizar nenhuma fantasia ou fetiche e muito menos usar um brinquedinho sexual qualquer que seja. Os lances são dados no site “Virgins Wants”. Os valores pela virgindade dessa jovem já chegam a US$ 190 mil dólares (R$ 384,94 MIL). Eu pergunto: dizer o que sobre isso? O que pensar a respeito disso? Sinceramente; parem o mundo que eu quero descer. Longe de mim fazer algum juízo de valor a respeito das vontades e preferencias de cada um, por mais esquisitas e absurdas que elas me possam parecer. Ainda assim, não dá pra dizer que encaro uma situação dessa com a mais absoluta normalidade, até porque não é. Que me perdoe a jovem Catarina. Mesmo não sendo careta, conservador extremado e moralista ou o que queiram chamar-me, essa é a minha opinião.
Comentário(s)
4 Comentário(s)

4 comentários :

  1. Amigo Paulo César,
    O caso desta moça, como diz meu avô: "é o fim do mundo".
    Realmente do jeito que o mundo está, nada mais nos surpreende.
    O pior que ela não foi a primeira a fazer isso.
    Creio que há coisas e atos não entram na questão mercantilista.
    Tomara que Catarina Migliorini nunca se envergonhe de seu ato.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. OBJETO tão somente foi em que essa "Catarina e tantas outras" se transformaram... Consumidas. Usadas. Provavelmente, descartadas. Se é esse o objetivo de vida dela, que seja feliz. O pior é o exemplo que deixa à tantas outras jovens que podem e devem se realizar de tantas outras maneiras... ABSURDO ainda maior é ter quem pague alto preço por um custo-benefício = a zero! Também é a minha opinião, Paulo César! O CORPO, o SAGRADO de cada um de nós!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  3. Paulo,

    Estou acompanhando esse caso e me perguntei o significado, pois isso para mim é uma venda do corpo. Não quero ser preconceituosa, mas acho uma atitude inconsequente. A do russo é pior ainda, pois ele diz que não é homossexual, mas aceita o que vier.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Amigo PCzão, não fique com vergonha de falar as verdades!
    Isso é um absurdo, essa moça é uma idiota, seus parentes são irresponsáveis e quem comprar essa virgindade deveria ser preso por estupro!

    Pronto!

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100