quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Falta de respeito e humanidade com os índios

Candidatos inescrupulosos e usurpadores da esperança de um povo, sem nenhum pudor, cometeram a imensa falta de respeito e humanidade com os índios do Vale do Javari, fronteira do Amazonas com o Peru. Para quem não sabe do que se trata, eu explico: depois de receberem combustível para viajarem e votarem em Atalaia do Norte, que fica a 1.036 km de Manaus, vários índios ficaram abandonados na cidade, sem terem como retornar para o local de origem. Entre eles, os índios adultos; crianças e adolescentes. Segundo a FUNAI (Fundação Nacional do Índio), os indígenas se abrigam em barcos, barracos improvisados no porto, galpões cedidos pela prefeitura local e em casas de parentes. A justiça eleitoral tem a obrigação de averiguar esse caso e punir de maneira exemplar os responsáveis por esse crime. Oferecer dinheiro ou vantagem para obter voto é crime previsto no código eleitoral, com punição de até quatro anos de prisão. Os candidatos aproveitadores, para não chamá-los de coisa pior aqui, depois de terem conseguido o que queriam, isto é, o voto dos índios, largaram os mesmos e os entregaram à própria sorte. Esses indígenas; atentem-se a isso, se deslocaram com suas famílias para a votação há vinte dias, em uma viagem de oito a dez dias pelo rio Javari. Eu fico imaginando o nível ético e o padrão moral de políticos que terá nos próximos quatro anos Atalaia do Norte, se realmente os que cometeram essa covardia com os índios estiverem eleitos. É bom deixar claro que, infelizmente, políticos ou candidatos dessa espécie, não é um drama específico de uma parte do Brasil somente; existem deles no país no inteiro.

Comentário(s)
2 Comentário(s)

2 comentários :

  1. Isso é praga, Paulo César! É erva daninha! Vê-se os julgamentos dos processos - STJ - Superior Tribunal de Justiça- e empolga-nos na esperança realmente de que a justiça seja feita em nosso país. Mas, quando se derrapa com uma notícia dessas, abala-se toda a credibilidade. Sabe, vejo que somos descartáveis para tais políticos que em nada nos representam.
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  2. Oi Paulo,

    Tudo bem? Li sobre essa situação, mas na minha opinião a Funai deveria ter tido um papel mais atuante nessa questão, principalmente considerando o cárater da política no Brasil.

    Beijos.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100