segunda-feira, 15 de outubro de 2012

O futebol, a imprensa esportiva e o torcedor

Quando escrevo aqui no blog, procuro impregnar-me de todos os bons propósitos que possam manter-me imparcial em relação aos fatos ou situações que abordo. E olha que quando o assunto é futebol, tema da publicação de hoje, imparcialidade é artigo quase raro atualmente. E por uma razão muito simples; um profissional da imprensa esportiva também tem seu time de coração. Há os que conseguem, em nome da imparcialidade, sufocar a paixão clubística. Diferente desses e, notadamente, há aqueles que se deixam levar mais pelo coração que pela razão. Eu sempre busquei praticar na comunicação o exercício da imparcialidade, embora reconheça que não seja fácil e simples assim. Inclusive tenho buscado continuar praticando esse exercício aqui. Quando falo sobre futebol, procuro despir-me das vestias de torcedor apaixonado que sou, em nome de algo que é muito mais importante para mim; credibilidade. Isso não se aprende em nenhum cursinho ou faculdade. Esse comportamento, chamemos assim, deve ou pelo menos deveria, nortear a conduta de qualquer profissional que se propusesse a discorrer, não só a respeito de futebol, mas sobre qualquer assunto de um modo geral. Talvez isso explique o fato da crônica esportiva na sua maior parte ser tomada por um bairrismo tolo e imbecil a toda prova. O torcedor, que não tem por obrigação ser imparcial a nada no futebol; tem por característica própria, ser mais emoção que razão. E por favor não queiram confundir a emoção de torcer com a falta de razão da violência. Afinal, o que seria do futebol sem a paixão do torcedor.
Comentário(s)
3 Comentário(s)

3 comentários :

  1. Provavelmente deixaria de existir.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
  2. Amigo,

    Boa noite! Infelizmente nunca terei comentários para o futebol, mas leio tudo que escreves sobre o tema.

    Boa semana!

    ResponderExcluir
  3. Futebol é algo difícil de explicar e em certos momentos quando se vê a falta de vontade e empenho por parte daqueles que estão dentro do clube o lado torcedor fala mais alto do que o do profissional, não deveria, mas acontece.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100