sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Uma hora a mais no Sul, Sudeste e Centro-Oeste

Com o início do horário de verão à meia-noite desse sábado para domingo, dia 21, os amantes de uma boa caminhada ou de uma praia, no caso daqueles que moram em cidades litorâneas, poderão, depois do expediente, aproveitar um pouco mais o prolongar do dia. Essa medida divide opiniões país afora. Eu confesso que odeio a adoção desse horário. Mas, fazer o quê? Essa é uma realidade que, gostando ou não, tem sido importante para o país. Para quem não sabe; o horário de verão foi instituído pela primeira vez no Brasil em 1931. A medida foi reeditada por mais dois anos, ficando sem utilização até o ano de 1949. A partir daí, mais quatro edições foram lançadas. Na década de 60, a medida vigorou por cinco anos subsequentes, de 1963 a 1968. Mas a sociedade brasileira só passou a conviver rotineiramente com ele a partir de 1985, sem interrupções. Quando os ponteiros marcarem meia-noite, os habitantes das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste deverão adiantar os relógios em uma hora. Isso valerá até o dia 17 de fevereiro de 2013. Para quem gosta, é um prato cheio.


Comentário(s)
5 Comentário(s)

5 comentários :

  1. Olá PC, como aqui em Recife não se adere ao horário de verão, acho legal, pois a programação da TV é reduzida em uma hora, assim, os programas legais que passam tarde da noite eu até posso assistir.

    Abração pra ti.

    ResponderExcluir
  2. Oi PC
    Eu moro em Itanhaém, litoral sul de São Paulo, então em parte é bom, como vc falou, dá para dar aquela caminhada depois do expediente, mas meu organismo tem uma certa dificuldade para se acostumar com o horário, quando estou me acostumando, ele volta ao normal kkkkkkk. Realmente tenho minhas dúvidas da economia que o Brasil tem com essa mudança de horário, mas alguém deve ganhar com isso,com certeza.
    Bjos. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  3. Olá, amigo Paulo César!
    Rapaz, esse horário de verão não tem serventia para o estado do Amazonas, mas bagunça toda a programação da TV, em que já estamos habituados. Por essa razão, também não gosto dele, no entanto, aceito-o, pois é por uma boa causa.
    Nota: lembro-me de que, no ano passado, o amigo também fez um artigo sobre o tema. Tem-se a impressão de que o ano passou celeremente.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Em nada me agrada... apenas me acomodo ao mesmo por ser uma boa causa... Haja apagões politicamente camuflados!!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  5. Oi Paulo,

    Tudo bem? E de grande importância para economia, mas um desencontro para quem tem que acordar muito cedo. Moro em Maceió e não temos e agradeço.

    Bom domingo,

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100