quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

É revoltante!

Nada é mais irritante que ouvir os velhos e ultrapassados discursos de alguns políticos brasileiros após alguma tragédia acontecer. Acompanhando o noticiário sobre os problemas que as chuvas causaram nesse início de mês no Rio, eu pergunto: o que mudou desde a grande tragédia ocorrida na região serrana do estado até aqui? Nada. Os transtornos e as destruições que as chuvas causam a milhares de paulistas e paulistanos, sempre que ocorrem; mudou alguma coisa? Nada. É assim no Brasil inteiro. Depois das tragédias eles aparecem com discursos indignados e soluções imediatas. Faça-me um favor! Quando é que alguns governantes deixarão de ser aproveitadores da desgraça de um povo? Ao contrário de muitos, não sou revoltado com a política, mas com os políticos. Tragédias desse tipo não é culpa da natureza. Ela nasce a partir da incompetência e irresponsabilidade deles, os políticos que governam as nossas cidades. Essa é a minha opinião. E se preparem; infelizmente, embora a minha torcida seja para que não, teremos mais tragédias ocasionadas por fortes chuvas no Brasil esse ano. É revoltante!
Comentário(s)
4 Comentário(s)

4 comentários :

  1. PCzão! Tem minha assinatura embaixo dessa sua escrita! Parabens pela lucidez!

    ResponderExcluir
  2. Mais uma vez revemos a mesma situação catastrófica... Vivemos "desabrigados" de tudo... Menos da demagogia barata de promessas infindáveis... Solução mesmo a passos de tartaruga!
    ANO NOVO? Como? Se tudo continua do mesmo jeito... Velho. Difícil até de se comentar.
    Abraço de apoio ao seu "grito" de revolta, Paulo César!
    Célia.

    ResponderExcluir
  3. PC, esse problema não terá fim, pois além da natureza está respondendo às agressões sofridas pelo homem, a má vontade política em investir na prevenção também é responsável por mais e mais tragédias desse tipo, uma pena.

    Abração pra ti.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Paulo, como vai? Vejo esse problema como uma desunião de várias frentes: políticos, que prometem e não cumprem; burocracia demasiada para aprovação da aplicação dos recursos para resolver a situação (burocracia que só existe porque não é do interesse deles apressar o processo); o povo, que além de não lutar dignamente por seus direitos, não colabora com questões como a do lixo que piora bastante a situação. Na verdade é preciso uma mudança cultural para começarmos a ver resultados positivos e menos desastrosos. Um abraço!

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100