sábado, 5 de janeiro de 2013

Suicídios na Espanha e Grécia marcam mais um capítulo da crise econômica internacional

Em meio à crise econômica que atinge a Europa, um fato triste adiciona mais um componente dramático à já sofrida população daquela região do mundo; o número cada vez maior de suicídios, sobretudo na Grécia e Espanha. Na Itália, assim como em muitos países, a situação não é diferente. O número de pequenos empresários italianos arruinados não para de crescer. O caso da Grécia é dramático. Para se ter uma ideia, entre 209 e 2011, os suicídios cresceram 37% no país. É uma situação desoladora, eu diria. Na Espanha; uma enquete mostrou que os espanhóis não estão nada otimistas quanto a um cenário melhor que a realidade atual. É óbvio que essa crise chegará ao fim um dia, todavia, isso não acontecerá a curto prazo. Não creio nessa possibilidade. Mesmo assim, torço para que isso ocorra o quanto antes.
Comentário(s)
5 Comentário(s)

5 comentários :

  1. Ora aí está uma coisa que me parece não ter acontecido em Portugal.E olhe que crise é coisa que não falta por aqui. Crise e desemprego. O que aumentou e muito por cá foram os crimes especialmente os domésticos. E os assaltos.
    Um abraço e Bom Domingo de Reis

    ResponderExcluir
  2. Que triste, PC! Pelo visto essa crise ainda vai durar muito mesmo, tomara que eles achem uma boa solução, pois é assustador saber que uma pessoa abdica de sua vida por estar desesperado, sem emprego e sem perspectiva de melhora, principalmente, se essa pessoa tem família dependendo dela.
    abraços e tenha um domingo feliz.

    ResponderExcluir
  3. Olá, amigo Paulo César!
    O interessante é que essa crise começou nos Estados Unidos (e que já até a superou, voltando até a crescer), mas teve um efeito muito mais devastador na Europa.
    Realmente esses casos de suicídio é uma sinal de desespero, contudo, creio que a comunidade irá contornar essas percalços e voltar a crescer.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. E CA NOO BRASIL A ECONOMIA ESTA EM ALTA, TODOS A GASTAR E FALTA MAO DE OBRA, NAO TEMOS SUFICIENTE MAO DE OBRA TECNICA.
    O POVO BRASILEIRO HOJE NAO PRECISA MAIS SAIR DE SEU PAIS< TEMOS RIQUESA E TDUO QUE QUEREMOS>
    SO FALTA UM DETALHE QUE 80% NAO TEM, EDUCAÇAO,
    ISSO E QUE FALTA AINDA NO BRASIL, NAO A DINHEIRO QUE COMPRE.
    VAMOS IMPORTAR EDUCAÇAO!! ou >....

    ResponderExcluir
  5. E CA NOO BRASIL A ECONOMIA ESTA EM ALTA, TODOS A GASTAR E FALTA MAO DE OBRA, NAO TEMOS SUFICIENTE MAO DE OBRA TECNICA.
    O POVO BRASILEIRO HOJE NAO PRECISA MAIS SAIR DE SEU PAIS< TEMOS RIQUESA E TDUO QUE QUEREMOS>
    SO FALTA UM DETALHE QUE 80% NAO TEM, EDUCAÇAO,
    ISSO E QUE FALTA AINDA NO BRASIL, NAO A DINHEIRO QUE COMPRE.
    VAMOS IMPORTAR EDUCAÇAO!! ou >....

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100