domingo, 27 de novembro de 2011

Cantor sertanejo é internado com síndrome do pânico

A dupla sertaneja Rick & Renner figuraram durante um bom tempo entre as duplas de maiores sucessos da música sertaneja até 8 de dezembro de 2010, quando a dupla se desfez, depois de 20 anos juntos. O cantor é vítima da síndrome do pânico.
Reprodução/Internet
Renner está internado em Brasília , numa clínica de reabilitação. Há dez anos ele se envolveu num acidente de carro, em que duas pessoas morreram. Desde então, Renner costuma ter crises de depressão. Muitas vezes o portador de pânico pode ser visto como uma pessoa medrosa, fraca e às vezes as pessoas não têm muita paciência, principalmente se já foram feitos vários exames e nada foi detectado. Segundo especialistas, os principais sintomas da síndrome do pânico são: taquicardia, sudorese, falta de ar, tremor, fraqueza nas pernas, ondas de calor e frio, tontura, sensação que vai desmaiar, ter um enfarto, derrame, pressão na cabeça, sensação que o ambiente é estranho (perigoso), perigo de morte, medo de sair de casa, medo de fazer as coisas mais simples como viajar, dirigir, ir a lugares com muita gente, cinema, feiras e etc. O estresse é apontado como um dos principais causadores da síndrome do pânico, cerca de 80% dessas crises. As drogas como energéticos, que na realidade são estimulantes do sistema nervoso representam outra parcela desse risco, inclusive as drogas ilícitas. Sem o devido tratamento, a síndrome do pânico dificilmente será combatida com sucesso. O que ocorre com o Renner nos leva a descobrir um pouco mais sobre alguns problemas, como a síndrome do pânico, que não tem grande divulgação, assim como tantas outras situações do tipo. Aqui fica a nossa torcida pelo Renner e o desejo de dias melhores para ele.
Fonte de informações sobre a síndrome do pânico para esse blog: www.psicologopsicoterapia.com.br
Comentário(s)
4 Comentário(s)

4 comentários :

  1. Paulo, tudo bem amigo?
    Pois bem, tenho que cuidar com isso, pois o stress está me pegando, verdade.
    Excelente pauta, pois tens razão, ficamos conhecendo mais da doença que pouco se sabe ou se difunde.

    Grande beijo e ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Paulo! Realmente é um sintoma que leva a "n" interpretações, principalmente quando não estamos esclarecidos quanto aos mesmos. E, detalhe nessa engrenagem século XXI em que vivemos e somos cobrados por tudo e por todos... é muito fácil "contagiarmo-nos" por tais sintomas. Damos espaço e tempo de uso para todos, mas não damos o tempo suficiente para "limpar nossa lixeira mental" e, assim, reequilibrarmos nossas energias! Você chama-nos hoje, com seu ótimo artigo, a uma reflexão pessoal! Obrigada. Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  3. Olá, grande amigo, Paulo César!
    Diante desta notícia, chegamos à conclusão de que esses distúrbios psíquicos independem de classe social ou sexo. É sabido que esses artistas vivem sob estresse constante e ainda mais agravado por esse acidente, não há quem resista mesmo.
    A boa notícia deste artigo é que ganhamos várias informações importantes sobre o tema.

    Quero lhe agradecer pelo comentário gentil e sábio que fez no meu conto.
    O meu desejo é fazer um conto conciso e objetivo como você faz com seus textos.

    Saiba que a admiração é recíproca!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Oi Paulo,
    A síndrome do pânico é uma doença muito triste, pois paralisa a vida das pessoas que por ela são acometidas. Já tive caso na família e é um sofrimento para todos. Graças a Deus, a doença foi diagnosticada e curada.
    Espero que o Renner se recupere logo, assim como todos aqueles que porventura sofram desse triste mal.
    Abraço.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100