domingo, 23 de outubro de 2011

Líbia, o fim do ex-ditador Muamar Kadhafi

O ex-ditador líbio Muamar Kadhafi não deixará nenhuma saudade na humanidade, a não ser uma história de poder autoritário e impiedoso.
Penso eu, que Kadhafi deveria ser capturado, entregue as autoridades competentes e apresentado vivo a sociedade mundial. A essa sim, caberia o direito de julgá-lo e condená-lo pelos atos extremos de seu autoritarismo. É bem verdade também que o ódio que homens como Kadhafi desperta na sua gente tira qualquer senso comum de respeito às regras e as leis. O comandante das forças do governo interino da Líbia que capturou Muamar Gaddafi, Omran el Oweib assumiu a responsabilidade pela morte do ex-líder, ocorrida na última quinta-feira (20/10). Segundo ele, em entrevista exclusiva à BBC, Kadhafi foi arrastado para fora do cano de drenagem onde foi encontrado, deu cerca de dez passos e caiu no chão ao ser atacado por um grupo de combatentes furiosos. Segundo disse El Oweib nessa entrevista, era impossível dizer quem deu o tiro fatal no ex-líder líbio. El Oweib também disse na mesma entrevista, que tentou salvar a vida de Gaddafi, mas ele morreu na ambulância a caminho do hospital, nos arredores de Sirte. Espero agora, que o povo líbio, livre de seu grande opressor, possa recomeçar suas vidas e reescrever sua história. Entretanto, rogo também que ao se libertar das garras de seu grande opressor, não venha ser vítima de um outro algoz ou algozes. Que novos dias possam surgir para a Líbia e seu povo. Que esses dias tragam justiça e liberdade, a razão de tantas lutas até aqui. Enfim, que haja paz onde nunca houve justiça, muito menos, liberdade.
Comentário(s)
10 Comentário(s)

10 comentários :

  1. Paulo César, realmente se Muamar Kadhafi tivesse sido capturado vivo e entregue ao Tribunal Internacional, além de não termos mais dúvidas de que sua morte é fato, ele poderia pagar por seus crimes de forma paulatina.
    Também desejo que a Líbia pós-Kadhafi seja mais justa e humana com os auspícios americanos e europeus.

    Ah, fui lá ver sua entrevista com o grande Paulo Cheng e está como pensei: espetacular!

    Ótima matéria, boa notícia!

    Abraços do amigo de sempre!

    ResponderExcluir
  2. Paulo,tudo bem meu amigo?
    Pois é, independente se o cara fez o que fez..., e fez..., mas matarem e ficarem tirando foto de celular e postando para todo o mundo, nossa! É horrível. Violência paga-se com violência pelo visto. Horrível.
    Ótima pauta amigo! Tomara que tudo melhore por lá... será?

    Grande beijo, te cuida! Ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  3. Olá, Paulo! Com a exposição "sanguinária" na midia e toda a reação violenta na expressividade da alegria pelo fato consumado em morte ao ditador, temo pela incapacidade dos cidadãos utilizarem do bom senso na construção de suas liberdades. A euforia da comemoração via agressividade jamais plantará boas sementes para uma colheita libertária! Torçamos para que o bom senso logo tome posse dessas mentes tão sofridas! Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  4. Absolotamente de acordo. Sempre fui contra a justiça feita pelas nossas mãos. Porém uma coisa é aquilo que nos pensamos e julgamos ser correcto
    quando não estamos dentro do caso. Outra totalmente diferente a reacção automática de quem está por dentro. Quem o matou, não foi quem disparou o tiro, Foi o ódio e a raiva acumulada no coração do assassino. E quem instalou lá esse ódio? O próprio Muamar.
    Deus queira que o povo saiba gerir a sua liberdade, e viver em paz, sem cair no extermo oposto.
    Assustam-me as ditaduras. De esquerda ou de direita.
    Um abraço e boa semana

    ResponderExcluir
  5. Oi Paulo, vi umas imagens do Kadhafi que me deixou angustiada. Eu acho que ele deveria ter sido capturado e entregue as autoridades pra ser julgado. Sei que a senteça seria a morte, mas pelo menos seria mais correto e justo. Acredito que ninguém por mais ruim que seja deveria ser morto assim daquela forma, parece a morte de um bicho.Por mais ruim que ele foi, as imagens me doeu quando vi. O povo perdeu o controle sobre a si mesmo. As pessoas as vezes me assustam muito. Ótimo post amigo. Beijo grande no teu coração.

    ResponderExcluir
  6. Oi Paulo

    violência é um vírus que se propaga, espero de coração que a Líbia consiga extirpa-lo e viva em paz como você disse.

    beijos!

    ResponderExcluir
  7. Hoje em dia, Paul Cesar, regimes autoritários como esse (que espero que tenha tido fim) da Líbia são incondizentes com o progresso do pensamento e dos direitos humanos.
    O mundo assiste a cada vez mais ditadores indevidamente empossados caírem ante a pressão popular.
    Ele merecia ser punido sim, mas daí a ser fotografado como um bicho estranho, aí já foi exagero.
    Woody Allen é um genial diretor, meu caro, só que ele infelizmente ( e acredito que intencionalmente)criou uma horda de fãs aduladores sem limites que o tomam como gênio inquestionável, e isso, somado ao seu existencialismo pretensioso, irrita bastante, daí nosso texto criticando-o.
    O texto é uma crítica à pretensão exagerada dele, mas não ao seu talento.
    Abraço, Paulo Cesar.

    ResponderExcluir
  8. ola amigo PC, ditadura não é bom em nenhum lugar do mundo, prova disso foi a ditadura no brasil, a unica coisa que não concordo é que os USA, sempre tem um dedinho nesses acontecimentos, todos sabe o os EUA bancava os rebeldes, agora vão ver se vai existir democracia ou mais um império americano.

    ResponderExcluir
  9. Tem uma história na Bíblia onde o Rei Davi, quando fez algo errado, Deus deu 3 alternativas pra eles escolher como punição por ele ter tido realizado um censo sem a permissão de Deus, transcrevo aqui uma parte e depois comento:


    11 - Levantando-se, pois, Davi pela manhã, veio a palavra do SENHOR ao profeta Gade, vidente de Davi, dizendo:

    12 - Vai e dize a Davi: Assim diz o SENHOR: três coisas te ofereço; escolhe uma delas, para que ta faça.

    13 - Veio, pois, Gade a Davi e fez-lho saber; e disse-lhe: Queres que sete anos de fome te venham à tua terra; ou que por três meses fujas diante de teus inimigos, e eles te persigam; ou que por três dias haja peste na tua terra? Delibera, agora, e vê que resposta hei de dar ao que me enviou.

    14 - Então, disse Davi a Gade: Estou em grande angústia; porém caiamos nas mãos do SENHOR, porque muitas são as suas misericórdias; mas nas mãos dos homens não caia eu.
    Depois que Deus ameaça matar centenas de milhares de pessoas inocentes por causa de um censo que ele inspirou, Davi diz, "caiamos nas mãos do SENHOR, porque muitas são as suas misericórdias". 2 Samuel 24.

    Transcrevi isso por que acho que tem alguma correlação, pois a justica que o homem faz não tem misericordia nem piedade, com isso não estou alisando a cabeça desse ditador maligno que oprimiu milhares de pessoas por décadas, colheu o que plantou, mas quando vi as cenas finais dele todo ensanguentado, me lembrei dessa história bíblica.

    ResponderExcluir
  10. Pois é Paulo eu fiquei feliz que finalmente o povo Libio terá uma chance de ser feliz e livre, meu filho de 10 anos perguntou por que o povo estava tão feliz e eu tive que explicar a ele o por que. Nessas horas fica dificil explicar algo que não tem explicação... Abraços

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100