sábado, 21 de janeiro de 2012

"Menos Luíza, que está no Canadá", o sucesso instantâneo que a internet criou

Foto: G1
O efeito instantâneo do sucesso que a internet pode provocar é algo fora do comum e até inexplicável por isso, diria eu. Um exemplo bem oportuno do assunto em questão, está representado na figura da adolescente Luíza Rabello, de 17 anos. A jovem estudante, natural da Paraíba é a mais nova celebridade instantânea da internet. Sua fama deve-se a uma única frase: "Menos Luíza, que está no Canadá", frase dita por seu pai, Gerardo Rabello, que é colunista social na Paraíba. O início de toda repercussão com o nome de sua filha se deu em razão de uma propaganda de um lançamento imobiliário em João Pessoa. Luíza estava no Canadá havia seis meses para intercâmbio. A citação inusitada no comercial fez com que o nome da jovem se tornasse um "meme" na web, com citações em microblogs e nos sites de relacionamento. "Meme", segundo consta, é entendido popularmente como um conteúdo que vira febre e é reproduzido por todo mundo. Nada mais me surpreende em relação a incomensurável força da internet, porém, fico sem entender as razões e os motivos de famas tão repentinas e sem nenhum sentido lógico para que isso ocorra. De toda forma, sempre fico com a sensação de que a internet ainda é um vasto mundo a ser explorado.
Comentário(s)
16 Comentário(s)

16 comentários :

  1. É impressionante como a internet, tem esse poder de fazer uma pessoa anônima uma grande celebridade. Ainda bem que dessa vez os quinze minutos ou mais de fama, apareceram de forma saudável, e nao acompanhado de polêmicas ou escândalos. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. PC,

    Acho que a frase é curta e daí ser amada por todos.

    Lu

    ResponderExcluir
  3. Sem dúvidas a Internet ainda não foi descoberta por inteiro...Mas o pouco que sabemos, tem um poder de manipulação incrível...
    Até mais no mesmo tempo eespaço ok!
    seumabencao.com

    ResponderExcluir
  4. A internet tem sido o campo da edificação de ideais propostos há tanto tempo por pensadores anarquistas, é de fato uma terra de ninguém, sem lei, sem regras capazes de se sustentarem... Aqui somos indivíduos capazes de expressar nossas individualidades e de nos fazermos ouvidos... Mas como tudo tem um lado bom e um ruim, esta liberdade nos permite criar e distribuir tanto conteúdo criativo quanto banalidades e vulgaridades, mas para bem ou para mal esta é uma nova realidade, quando a vamos compreender eu também não sei...

    http://sublimeirrealidade.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi, amigo Paulo César!
    Esses fenômenos na rede estão a cada dia saindo do universo virtual e indo parar na vida real, mas creio que da mesma celeridade que surgem, também desaparecem. Essa "fama" é efêmero como a do realties shows.
    Realmente, mais uma vez, você tem razão: isso é cultura inútil.

    Parabéns pelo ótimo senso crítico!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde PC. Como até o pai da Luiza deu em entrevista, nem ele mesmo esperava a repercussão que a frase dele iria dar. Não sei porque, mas confesso que que eu mesma usei esse termo, não dava prá resistir (kkkkk), pelo menos desviou a atenção do BBB. Agora já passou, daqui a pouco aparece outra pessoa ou outra coisa é inusitado, não é ensaiado, ou será que foi coisa da Rede Globo? (kkkkkk). Enfim, concordo com a minha chará, é porque a frase é curta, então pegou. Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Oi querido PC, faz tempo que não passo por aqui. É a correria do ano que já começa a mil por hora.
    Sobre essa fama instantânea que a Internet proporciona, nada mais é que a falta do que fazer desse povo, e a fuga da realidade cruel para muitos. Mas, assim é o ser humano, complexo, com suas regras, leis que aprisionam de uma forma, ai precisamos de outras distrações para relaxar a mente.
    hahahhahaha. fico imaginando o suste dessa Luiza ao saber dessa fama. Aliás, ô sorte emmm nem precisou fazer nada pra cair na mídia.

    Bjos e ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  8. Hahahahahahha falou tudo PCzão... Esse mundo anda rápido demais!

    Um abração e obrigado por sempre estar presente lá no V&B.
    Valeu amigão!

    ResponderExcluir
  9. Meu amigo, quanta tolice! Fiquei pasma com a repercussão dessa matéria. Será que está tudo tão perfeito, ao ponto dessas bobagens virarem notícia??? Gostei da abordagem.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Olá Paulo,

    A internet tem mesmo esta força de divulgação capaz de transformar fatos banais em grandes e comentadas notícias. Me parece falta de maturidade daqueles que manipulam este instrumento de forma tão leviana. Há muitos fatos e acontecimentos merecendo real destaque, mas, infelizmente, a futilidade está predominando.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  11. Por ai a gente vê que qualquer coisa na net ,vira hit, e todo mundo fica meio besta com as novas tendencias. eu achei interessante porque da pra vc ampliar seu conceito de net, mas ao mesmo tempo, inutil, porque mostra a fragilidade dos meios quando o assunto é publicidade.

    abraço PC agradeço as visitas !!!

    ResponderExcluir
  12. A internet tem força para divulgar todo o tipo de coisas. Mas o problema é que a maioria das pessoas ainda dá importância a assuntos justamente sem essa importância toda. Não dá pra negar que até certo ponto é engraçado, mas chega uma hora que o assunto se esgota e é hora de falar de temas relevantes.

    Grande abraço e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  13. Olá,
    Amigo PC,é isto aí com a internet tudo pode acontecer.Melhor isto do que outras coisas que possam prejudicar as pessoa.
    Tenha um lindo fim de semana.
    Felicidades.

    ResponderExcluir
  14. Olá, Paulo César... e no rasto da pobreza de espírito do marketing... seguiram-se ofertas mirabolantes à todas as "Luizas"... Por sinal, sou uma delas... nunca estive no Canadá, e por favor, de inutilidade a vida já está cheinha... Menosprezar a mente humana? Ou será que eles estão certos e nós, os errados? Já vivi épocas "dantescas", politicamente falando, em que se desviava a atenção do "povo" para aumentos de preços, para subornar nossa liberdade, mascarando via ditatorial leis, ordens, atos e mandatos! Bem... aguardem que outra febre está chegando: CARNAVAL! Abraço, Célia Luiza (no registro de nascimento...)

    ResponderExcluir
  15. Oi PC, tudo bem!? SAbe, estive participando de uma conferencia durante a semana que se passou e ouvi da Prof. Dra. Simone Tuzzo(da UFG) algo interessante a respeito dessa ondaaa de informações que nos chegam a cada dia, informações inúteis e fúteis, por sinal! Ela ressaltou a questão das celebridades instantâneas que surgem diariamente, por conta da agilidade em relação a internet. Foi então que ficou claro que a palavra célebre virou algo de significado totalmente deturpado.

    O jeito então é sabermos mesmo filtrar tudo o que chega a nós...

    Owmmmm, obrigada pelo elogio à minha famíííília! ;)

    bjks JoicySorciere => Blog Umas e outras...

    ResponderExcluir
  16. Tem muito por explorar, muita coisa boa, e também muita coisa imbecilizante.
    Um abraço

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100