sábado, 30 de junho de 2012

Os evangélicos estão chegando

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) acaba de divulgar números sobre o crescimento de evangélicos e a diminuição de católicos no país, o que por sinal, em nada me surpreendem. Não sou evangélico e, por tanto, estou bem a vontade para dizer que isto não me causa surpresa alguma. E vou além, a meu ver e, como tudo leva a crer, essa tendência em relação ao crescimento de evangélicos por aqui aumentará ainda mais.
Reprodução- Conteúdo Cristão Online
No período entre os censos de 2000 e 2010, os evangélicos foram o segmento religioso que mais cresceu no país. É como diz o pensamento popular: "religião, time de futebol e escola de samba não se discutem, cada um tem sua preferência e, pronto. O que importa se o time que você torce não tem a maior torcida do Brasil? É seu time. O que importa se torce para uma escola de samba que não é tão popular como as demais? O importante é o que ela representa para você. Assim também podemos considerar a religião. Que importância tem se ela é a maior, a mais conhecida ou não? O importante é a sua identificação com ela. Essa é a minha opinião. Já pensou se todos fossem Corinthians, Flamengo, Católico ou evangélico e torcesse pra Mangueira?
Comentário(s)
6 Comentário(s)

6 comentários :

  1. Oi Paulo,

    Tudo bem? Nessa questão, penso que em outras religiões como espiritismo, candomblé, a população não se manifesta como na evangélica. Mas concordo com a expansão, pois é notório nos interiores o número de novas igrejas abertas.

    Bom final de semana!


    Lu

    ResponderExcluir
  2. Olá PCzão! Tudo bem vélhão?

    Rapaz, eu sou evangélico, mas posso te afirmar que existem as boas e as más igrejas evangélicas... Infelismente as pessoas que não conhecem, acabam colocando tudo no mesmo balaio. Hahahahahahaha.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Paulo, tenho os meus dois pés atrás em relação a essas estatísticas, acho que já comentei isso por aqui, é notório o crescimento evangélico, mas dentre essa grande massa, está inserida ai fiéis de igrejas neo-pentecostais como a Universal do Reino de Deus, a Mundial de Valdomiro Santiago, a Internacional da Graça de RR Soares, e outras do gênero, o que quero dizer é que essas denominações supra citadas não são reconhecidas pelas demais igrejas tradicionais evangélicas como sendo igrejas sérias e evangélicas, tanto pelo ensino, que são um sincretismo de catolicismo, umbanda, bruxaria e pitadas de evangelho, como pela conduta de seus lideres, estão mais expostos na mídia, por isso são automaticamente ligados ao movimento evangélico, mas na realidade estão longe disso, então essas estatísticas pecam nisso, por que colocam todos num balaio só e denominam de evangélicos.

    Abração pra ti.

    ResponderExcluir
  4. Vejo que "denominações" não me aproximam ou me afastam do Criador! Não li em nenhum texto bíblico sobre a criação de denominações religiosas... Jesus quando esteve entre nós, era e ponto final. Admiro pessoas que têm sua religião enquanto ser humano na conduta ética, amorosa, cívica e honesta de "ser pessoa"... De que adianta nomenclaturas mil, se não temos caráter ilibado... Fui "domesticada" na religião castradora, num Deus castigo, na apresentação do céu e do inferno mediante as ações que praticava. Felizmente, com aquisição de conhecimento derrubei todos esses conceitos pré-fabricados por fundamentalistas, familiares e/ou religiosos que tentaram me fazer lavagem cerebral... Meu céu ou meu inferno... faço-o aqui e agora. E, não preciso depositar dízimos para adquirir um parte do terreno celeste para minha última morada! Em família, em geral, há muito a depositar em ajuda financeira, em doação de afeto, em saber ouvir e apontar caminhos... Isso para mim é a prática da religião. Teorizar é fácil... praticar, eis a grande dificuldade!
    [] Célia.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Paulo, mais uma vez uma postagem verdadeira e coerente. A religião é uma questão particular, cada uma deve escolhê-la de acordo com sua identificação. Acho que nesse campo o mais importante é um respeitar a opinião do outro, sem querer dizer que o seu é melhor. Isso é sinal de maturidade e crença verdadeira no que abraçou. Um abraço, ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  6. O mais importante é o crescimento espiritual, independente do caminho que se escolheu para alcançá-lo. Bjs.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100