quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

É o que penso

Às vezes recebo alguns e-mails de leitores do blog e de companheiros blogueiros com elogios as publicações que faço. Mas é comum também nesses e-mails, e bom que seja assim, ver críticas a respeito de como me posiciono em alguns assuntos que abordo aqui. Isso alertou-me para um detalhe; o fato das pessoas não se sentirem a vontade de se contraporem a um ponto de vista meu nesse espaço. Não é por e-mail que você contribuirá com o debate de ideias ou a reflexão sobre elas. Por favor; sintam-se a vontade para fazerem isso aqui no blog, ainda que discordando de mim. Afinal, nem sempre as opiniões se coincidem. As ideias contrárias ou críticas fazem parte de toda boa discussão. Não vou ficar chateado com nenhum leitor que venha discordar ou criticar uma posição minha nesse espaço. Não importa que seja ele um companheiro blogueiro ou não. Esse blog é um espaço para o debate de ideias. Não o criei com o propósito de lograr fama; onde só os elogios sejam bem-vindos. A opinião do blogueiro nem sempre refletirá o pensamento de uma maioria. O blogueiro que só intenciona com suas publicações o elogio fácil se perderá dos princípios íntegros e retos que devam nortear a postura de quem escreve em um blog ou em qualquer outro meio de comunicação que use a escrita como forma ou não. Os grandes homens debatem as ideias. Os idiotas brigam por causa delas. É o que penso.
Comentário(s)
6 Comentário(s)

6 comentários :

  1. Como é bom termos a dignidade de expormo-nos. Claro que, com responsabilidade e conhecimento de causa. Assim, e só assim exerceremos nosso direito cidadão.
    Abraço, Paulo César.
    Célia.

    ResponderExcluir
  2. Olá, amigo Paulo César!
    O debate ao nível de ideias é sempre saudável.
    A democracia consiste em cada um ter sua opinião, convergente ou divergente da do próximo e ser respeitada. Dificilmente haverá um tema ou posição unânime em qualquer veículo de comunicação.
    No entanto, sempre me sentir à vontade aqui, neste espaço superdemocrático, para emitir minha opinião, por isso, sempre retorno com todo prazer.
    A crítica somente é construtiva se for no nível das ideias, mas nunca sobre opinião subjetiva.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Que briguem as idéias... Jamais os homens!

    ResponderExcluir
  4. Perfeito em suas colocações,PC!
    É no embate de ideias que se constrói algo produtivo, nossas "verdades" subjetivas não nos ajudam em nada,pois essas,nos são terrivelmente limitantes.Tornam-nos toupeiras.

    Parabéns pelo post!

    Beijão,PC!Dani.

    ResponderExcluir
  5. Saber se expor de forma construtiva é super saudável para debates e ideias, PC. Suas colocações foram perfeitas. abraços e linda noite.

    ResponderExcluir
  6. Concordo contigo, Paulo. Desde que feito em termos respeitosos, a crítica ou a discordância podem enriquecer muito as discussões acera de um assunto e até mesmo nos fazer enxergar as situações por outro prisma. Um abraço!

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100