quinta-feira, 22 de março de 2012

Mesmo com falhas, o que seria de nós sem a imprensa?

Foto: reprodução
Depois que a reportagem do Fantástico da Rede Globo de televisão exibida no domingo passado (18/03) sobre empresas que tentaram combinar os resultados de licitações no hospital pediátrico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), subordinado ao MEC, ganhou repercussão, o que apareceu de político com discurso oportunista para posar de indignado e revoltado com esse tipo de conduta, foi uma festa! Agora querem CPI, investigação, punição e o que mais couber. O que não faz um acontecimento desse tipo em ano de eleição! Aos senhores políticos, sejam eles da ala governista ou não, uma pergunta: será que, assim como fez a Rede Globo, que montou de maneira inteligente toda uma estrutura para flagrar aquelas pessoas, não poderia da mesma forma, os que governam esse país, criarem meios parecidos e assim desbaratar toda a engenharia dos que praticam atos criminosos contra o ente público? Eu respondo; pode sim, ainda que não seja nos moldes de uma emissora de TV. O que não há é interesse. Ignorar que fatos como esses ocorrem é mais cômodo. Com todos os defeitos que ela (imprensa) tem, e reconheço que tem; contudo, o que seria de nós sem a imprensa? Ainda que com suas falhas, como observado acima, mas tão necessária e imprescindível para nós cidadãos. Essa é a minha opinião.
Contato: detudoumpoucominhaopiniao@yahoo.com.br
Comentário(s)
8 Comentário(s)

8 comentários :

  1. Assino junto à sua opinião, Paulo César, e concluo que todas as corrupções em nosso país foram reveladas pela imprensa. Imprensa "marron" como dizem alguns, mas no meu entender seja da cor que for revela em transparências todas as nuances das falcatruas que destroem nosso país com desvios principalmente da idoneidade de cidadãos que jamais gostaria que me governassem. Envergonham-me, isso sim! Nossa resposta cidadã de uma ética ilibada devemos digitar em nossas urnas eletrônicas tão logo! Acordemos! Basta! É o nosso sagrado dinheiro ganho no suor do trabalho por 12 horas ou mais/dia... Não dá para vermos tamanha desonestidade sem reagirmos!
    Célia.

    ResponderExcluir
  2. Oi Paulo Cesar,

    Foi uma grande repercussão mesmo o que o Fantástico apresentou. Acho que eles foram corajoso mesmo, é por isso que acho que a imprensa mesmo com suas falhas ainda é de grande utilidade, e necessária pra mostrar essas podres dos nossos governantes.

    Que o outono que lhe traga muitas alegrias.
    Ótima semana pra ti!
    Beijos !

    ResponderExcluir
  3. Quando ela é isenta e não se põe ao lado do poder, sim pode ser muito importante na denúncia dos oportunistas.
    Um abraço e tudo de bom para si

    ResponderExcluir
  4. Certissímo, a nossa midía pode errar muitas vezes, mas muitas delas eles acertam e graças a ela, podemos saber deste tipo de roubalheira, agora que a muita roubalheira por aí... ahhhh tem, o problema é que não temos como provar!!
    E tá uma falação no facebook sobre o pastor da fazenda que eu nem me atrevo abrir a boca, por que se eu abrir, ganharei inimigos mortais.
    Beijooooos

    ResponderExcluir
  5. Concordo contigo, mesmo viciada e tendenciosa, a imprensa ainda é um instrumento e um meio para a propagação de fatos que despertam a sociedade em todos os sentidos, e hoje com a internet, esse instrumento que é o jornalismo, já não é mais prioridade das grandes emissoras de TV, e blogs e sites particulares (como o seu aqui) têm cumprido um papel fundamental no que tange a levar informação honesta e segura para os leitores e internautas.

    Abração pra ti e parabéns pelo teu blog, sempre nos informando com o que acontece no mundo.

    ResponderExcluir
  6. A imprensa tem seus bons momentos. Quando resolve falar sério e denunciar o que está errado, desempenha bem o seu papel primordial.
    Quanto a possibilidade de os governantes adotarem um esquema desses para flagar esses criminosos, é viável, mas incômodo. Afinal eles não querem colocar a mão num vespeiro e muito menos desequilibrar a rede de favores e alianças obscuras.

    Uma ótima sexta pra você. Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Tudo verdade PCzão. A única coisa que me chateia na imprensa é quando ela é tendensiosa!

    ResponderExcluir
  8. O trabalho de jornalistas é louvável e faz com que esses acontecimentos cheguem ao conhecimento do maior número de pessoas.
    Infelizmente, não é nenhuma novidade o que foi apresentado na TV. Até me questiono sobre o porque de terem sido veiculados agora. Isso sempre aconteceu, principalmente em órgãos públicos. As empresas particulares mantêm rigorosa fiscalização sobre os responsáveis por compras e contratações de seu interesse. Já na administração pública, muitos querem ganhar com esses contratos e não apenas o negociador.
    Bjs.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100