terça-feira, 20 de março de 2012

Reportagem do Fantástico mostra como funciona um esquema para fraudar licitações da saúde pública

Reportagem do programa Fantástico da Rede Globo de televisão exibida no domingo passado (18/03) sobre empresas que tentaram combinar os resultados de licitações no hospital pediátrico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), subordinado ao MEC, explica bem a razão de uma saúde pública tão sucateada nesse país. Não tenho ilusões que o fato apresentado em reportagem pela emissora de TV apenas esteja restrito àquele hospital Federal da capital fluminense. Embora não se possa provar, na nossa percepção, essa situação não é diferente em outros lugares do Brasil. A única coisa que talvez diferencie um caso do outro, seja a maneira de como os atos ilícitos se dão, variando de um lugar para o outro de acordo com as práticas criminosas de cada grupo ou pessoa. A reportagem realizada pelos repórteres Eduardo Faustini e André Luiz Azevedo nos causa revolta e indignação. Certamente, muitos são os que morrem a cada dia nos serviços públicos de saúde do Brasil; consequência da desonestidade e dos atos criminosos de pessoas, como as que aparecem nessa reportagem. O governo Federal, o Congresso Nacional e a justiça de nosso país têm agora a obrigação moral de fazer uma varredura no recôndito da saúde pública brasileira. E assim sendo, averiguar toda e qualquer irregularidade que houver, e expurgar da atividade pública os que cometem atentados contra a saúde do pobre cidadão. Quem surrupia a saúde pública, nada mais faz que, cometer atentados contra milhares de vidas que necessitam de qualquer unidade pública de saúde desse país. Essa é a minha opinião.
Comentário(s)
5 Comentário(s)

5 comentários :

  1. É bom quando uma emissora denúncia as falcatruas existentes em nosso país, em horário nobre assim alertando o cidadão do que acontece. Apesar de que nada disso se torna digamos "Novidade" a unica diferenca sao os personagens... a vítima que é sempre ou na maioria das vezes ( Sempre, Sem-pre) o cidadão, que sustenta uma família com um salário mínimo, e ainda por cima uma "Corja" de bandidos de colérinho branco,mas do que adianta exibir se o cego é aquele que nao quer ver! ProntoFalei, vou terminando por aqui, sou um mero mortal e tenho que ir trabalhar para garantir o meu sustento.Grande abraço e bom Dia.

    ResponderExcluir
  2. Só indignação"¨¨ "NOJO" é o que sentimos por essa gente...
    E pior é que só o povão é que sofre, nada vai acontecer com essa corja...culpa de quem? Será que ficarão impunes?
    Esses desgraçados não têm consciência nenhuma, deviam ser presos e condenados; fazem tudo com maestria, agem como se estivessem trabalhando com dignidade, sorriem debocham...REPUDIO ESSES VERMES.
    Abraço da amiga Mery*

    ResponderExcluir
  3. Nossa, meu marido ficou doido com essa matéria. É inacreditável como o caráter das pessoas está em declínio. Dá raiva e desesperança, à vezes, sabia? Abração, meu amigo!

    ResponderExcluir
  4. Já tinha vindo ler o texto, mas comno não tive tempo para ver o vídeo não comentei logo. É uma vergonha, mas todos sabemos que o mundo atual é dos corruptos. Há mais de meio seculo atras minha avó dizia que o mundo era formaformado por duas espécies de pessoas. As honestas e os ladrões. Dizia ela que andava meio mundo a roubar o outro meio. Morreu nos anos 6o. Provavelmente se hoje fosse viva diria que andava 90% para enganar os outros 10.
    Um abraço e tudo de bom

    ResponderExcluir
  5. Tenho acompanhado pelos jornais na TV,e digo, sem comentários.
    Desejo para você e todos os seus amigos e seguidores,um fim do Dia do Blogueiro, com muita paz.
    Abraços.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100