quinta-feira, 15 de março de 2012

A TV brasileira se rende ao talento dos portugueses

Os nossos laços com Portugal também estão muito bem representados nas artes cênicas. Atualmente, quatro nomes da arte de representar vêm conquistando os amantes das telenovelas, que assim, como no Brasil, desperta grande interesse do público que assiste televisão em Portugal. As atrizes portuguesas, Marina Mota e Maria Vieira e os atores, Paulo Rocha e Ricardo Pereira se identificam tanto com o Brasil e com o carinho do público, que acabam se apaixonando pelo país. A identificação com o Brasil chega ser tão forte, que no caso de alguns, fica difícil deixar o país, como acontece com Ricardo Pereira. O ator português já mora por aqui há oito anos, desde quando, pela primeira vez, em 2004, fez sua primeira aparição na televisão brasileira, na novela "Como Uma Onda". Outro dia, assistindo uma entrevista do Ricardo, percebi que já não tinha mais com ele, o famoso e maravilhoso sotaque português de sua terra, Lisboa. As atrizes Marina Mota e Maria Vieira podem ser vistas atualmente na novela ''Aquele Beijo'', onde interpretam as personagens, Amália e a Brites. Paulo Rocha, outro nome português que brilha na nossa televisão, interpreta o Guaracy, na novela "Fina Estampa". Aqui não está em julgamento o fato de se gostar de novelas ou não, mas a ligação forte que portugueses e brasileiros mantém, inclusive na televisão. Muito bom que esses laços entre nós brasileiros e nossos irmãos portugueses se mantenham cada vez mais fortes. Afinal, a história nos uniu e o tempo jamais nos separou. Essa é a minha opinião.
Comentário(s)
7 Comentário(s)

7 comentários :

  1. É interessante ver essa abertura na TV brasileira para atores de outros países mostrarem seus trabalhos por aqui, e quando é um país onde se fala o português é bem mais fácil. Não vejo novelas, mas se eles estão na Globo, então é por que tem talento mesmo.

    Abração pra ti.

    ResponderExcluir
  2. Oi querido Paulo César,

    "É ISSO AÍ", como vocês dizem.
    A nossa História ficará, para sempre, ligada à vossa.
    Pedro àlvares Cabral descobriu o Brasil, Terra de Vera Cruz e a primeira afirmação dos marinheiros Portugueses e do próprio Pedro, foi: "Chegámos a Porto, Seguro". Bonito e comovente.

    Sucesso e acolhimento para esses excepcionais actores, especialmente, para a Marina, mulher de grandes causas humanitárias e para a Maria, humorista dos "sete costados".

    O Ricardo, já perdeu o sotaque? Nossa! Mas, não é nada difícil, nadinha mesmo.
    Eu acho, que em minhas aulas, já vou escrevendo, como vocês. Uso e abuso de gerúndios.

    Excelente quinta-feira.
    Beijos de luz, com o carinho, que você merece e já conhece.

    ResponderExcluir
  3. Oi PC,

    Álvares é assim, que se escreve, pretendo rectificar. E li e reli meu comentário. Nossa!

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  4. Tenho descendência portuguesa e italiana... portanto somos irmãos seja desempenhando a profissão que for. Limites regionais, geográficos, históricos, linguísticos, de soberanias outras foram introduzidos pelo homem, não por Deus... portanto... nada deveria nos impedir dessa relação harmoniosa. Bela reflexão sociológica, Paulo César! Abraço da Célia.

    ResponderExcluir
  5. Paulo, querido amigo!
    Tenho postado com menos frequência e geralmente só tenho tempo de visitar quando posto...., infelizmente...
    Amigo, muito legal este seu post, o Ricardo Pereira é o mais conhecido. Não vejo novelas, mas ele sempre está em propagandas ou revistas. Gente de talento deve vir mesmo!
    Abração, tenha um ótimo dia!

    ResponderExcluir
  6. Oi, amigo Paulo César!
    Eu fico contente por nossos irmãos portugueses terem seu talento reconhecido pelo brasileiros.
    Desde criança que sou fã do cantor Roberto Leal.
    Eles são inteligentes, cultos, educados e dedicados.
    Há notícias de que muitos artistas de nosso país que também fazem sucesso por lá.
    Acho muito saudável essa interação.

    Ótima e oportuna matéria!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Os portugueses gostam de novelas, de fado e futebol. Daía que as novelas são por cá dos programas mais vistos, apenas superados pelo futebol. Não sou grande fã, mas mentiria se dissesse que não vejo. Algumas eu já vi duas vezes, Casos do Pantanal, e da Gabriela, outra não vi mais do que um episódio ou dois. Portugal a fazer novelas é ainda um menino a aprender a brincar. No entanto já se vai fazendo por cá algumas coisas com qualidade, pois os actores portugueses são capazes de grandes intrepretações em qualquer parte do mundo. veja por exemplo os casos de Joaquim de Almeida, ou de Daniela Ruah.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100