sábado, 8 de setembro de 2012

A batata do Mano está assando

No fraquíssimo amistoso da sexta-feira (07/09), os jogadores da nossa seleção brasileira de futebol não esconderam a chateação com a reação da torcida. Historicamente é assim. O torcedor é impaciente mesmo. Até porque, ele é passional. E aí, seja em São Paulo ou em qualquer outro lugar do Brasil, agirá de igual modo, principalmente quando o futebol apresentado for aquele que vimos. Faltam menos de dois anos para a Copa do Mundo, e não temos uma seleção definida. Muitos são os pontos de interrogação até aqui. Diante disso; surgi a inevitável pergunta: a culpa é do treinador então? Numa primeira análise, sim. Afinal, é ele que convoca, treina, monta e escala o time. Mano Menezes pode até não ter um acúmulo de experiencias que o faça ser treinador da nossa seleção. Esse pode ser um argumento válido e com uma certa lógica. Mas me preocupo muito com a má vontade que a bairrista imprensa esportiva paulistana e carioca fazem com treinadores que não são do eixo. O Dunga, que assim como o Mano, não tinha um currículo vasto para ser treinador do nosso selecionado, foi vítima de determinados setores da influente imprensa sudeste, principalmente vindas de São Paulo e Rio de Janeiro, que não sendo simpáticas a ele, faziam verdadeiras campanhas por sua saída. Mesmo entendendo que o Dunga era azedo demais, além de ser um treinador limitadíssimo, nunca concordei com a forma que a imprensa esportiva o tratou naquele período. Era desumano inclusive. Até mesmo o Luiz Felipe Scolari, treinador da seleção pentacampeã de 2002, trabalhando em São Paulo há alguns anos, sofreu fortes pressões na seleção. Na maior delas, a imprensa fazia coro com torcedores de todo o país para que ele levasse o atacante Romário. Felipão não levou o jogador, e isso acabou contrariando boa parte da imprensa esportiva na época. Se não tivesse sido campeão, talvez o treinador do Palmeiras estivesse morto para o futebol nos dias de hoje. Na minha opinião, a batata do Mano está assando, e seus dias na seleção estão contados.
Comentário(s)
5 Comentário(s)

5 comentários :

  1. Olá, Paulo César! Pertinente seu comentário. Politicagem à parte, o futebolzinho de quinta a que assistimos derrubaria todo e qualquer treinador. Futebol é um trabalho, que se fosse realizado com empenho, arte e dedicação, talvez víssemos bons espetáculos. Pela "telinha" passa-nos uma imagem de pouco comprometimento. A continuar nesse ritmo, dificilmente veremos espetáculos não grotescos como até agora! Aguardemos o "cartel"... os mercenários e pipoqueiros de plantão!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  2. Amigo Paulo César,
    A Seleção Brasileira está mesmo com um futebol muito módico e aquém de nossas expectativas.
    Creio que o Mano tem sua culpa, sim, mas também toda comissão técnica, pois deve exigir dele mais empenho.
    O Dunga, deveras, é ranzinza e não tinha nenhuma experiência como treinador, porém, pelos resultados obtidos, foi um dos melhores: ganhou medalha de bronze nas Olimpíadas, Copa das Confederações, Copa América e ganhou do Uruguai e da Argentina em sua casa e classificou a seleção para a Copa em primeiro lugar. Até o primeiro tempo contra a Holanda, havia feito um excelente trabalho na Seleção. O problema é que, por causa de sua renitência, não tinha peça para recompor o time nos desfalques e, então não poder reagir depois do empate e virada da Holanda.
    Esses bairrismo são uma verdadeira tolice. Para mim, não interessa de onde o técnico seja (pode ser até estrangeiro), pois o que quero é ver nossa "canarinho" jogando bem.

    Grande artigo, amigo.

    Abraços e ótimo fim de semana para ti e família.

    ResponderExcluir
  3. Oi `Paulo,

    Tudo bem? Entendo pouco de futebol, mas lembro que até o Dunga não conquistar a copa, ele alcançou várias vitórias com o time. E lembro que naquele momento era bem avaliado. Enfim, fico me perguntando a razão da pressão do Brasil para ganhar uma copa. Pode ser pelo fato de não ser uma grande torcedora, mas não gosto desse efeito de véspera nos jogadores.

    Bom domingo.

    ResponderExcluir
  4. Paulo, querido amigo!
    Concordo contigo totalmente, e creio que é sempre um enorme risco para um técnico de futebol aceitar ser técnico da seleção brasileira, por tudo isso que você argumentou.
    Por acaso, os que você citou são gaúchos, talvez isso seja ainda mais complicado.
    Beijos e ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Paulo, como vai? Eu nunca senti muita firmeza no Mano, e a atuação da equipe brasileira só está confirmando o que eu já imaginava. O mínimo que o Brasil deve mostrar, com a chuva de jogadores caros que os times mantém, é futebol de raça e qualidade, correndo contra o tempo para arrumar a casa. Um abraço!

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100