sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Um Brasil para todos

O Brasil é visto pelo mundo como o país do momento. Nunca tivemos tantos investimentos internacionais por aqui como atualmente. Todos atraídos pelo impacto do crescimento da nossa economia. No passado quando o Brasil era assunto na imprensa internacional, só as coisas negativas ganhavam visibilidade no exterior. Hoje, quem diria; o país se destaca cada vez mais na imprensa estrangeira. Porém, de forma diferente. Nosso momento no cenário internacional é maravilhoso. E isso não é por acaso. É inquestionável o nosso crescimento econômico nos últimos anos. Contudo, mesmo assim; o país continua muito desigual e injusto com sua gente. O cidadão mais humilde é o que mais sente. O progresso que parece nos rumar agora para um futuro promissor, não combina com as mazelas que ainda nos assolam. O cidadão continua sendo aviltado no seu direito mais comum. Ainda lhe falta acesso a uma boa saúde, educação de qualidade e segurança pública que funcione de maneira satisfatória. Esses são apenas alguns exemplos daquilo que, de forma covarde e perversa, o estado brasileiro lhe sonega. Que o Brasil cresce economicamente, é fato. Todavia, se o país quiser chegar ao cume desse progresso e se consolidar como potência mundial, precisará proporcionar ao seu povo; mais justiça e igualdade. Igualdade não só em deveres, mas em direitos também. Essa é a minha opinião.
Comentário(s)
6 Comentário(s)

6 comentários :

  1. Isso é triste, PC!
    Pois se antes existia uma "desculpa" para educação, saúde e tal não se desenvolverem, agora não há mais ou pelo menos não deveria... no entanto, não podemos deixar de lutar por eles, afinal é de nosso direito. Abraços e linda sexta-feira.

    ResponderExcluir
  2. Olá, amigo Paulo César!
    Realmente o Brasil deu uma guinada econômica, contudo, somente cresceu verticalmente com uma mínima (infra)estrutura, mas já mais que um começo.
    Quando a comunidade internacional ficar mais tempo nos vendo com positividade, poderemos atrair mais investimentos.
    Pelo menos aqui temos estabilidade política, ao contrário dos países nossos vizinhos.
    Com a arrecadação tributária de mais de um trilhão de reais (como foi a de 2012), já daria para melhorar sobremaneira nossas vidas.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Oi Paulo,

    Tudo bem? Penso que há crescimento e não desenvolvimento, pois não há sustentabilidade quando analisamos as dificuldades na saúde, educação e infraestrutura.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Vejo sim, com bons olhos e otimismo, esse crescimento econômico em nosso país. Falta e muito agora, investir nas pessoas com foco na educação. Incentivo e motivação para buscarmos qualificação, entendimento no agir e nos posicionar com nossos direitos e deveres. Só assim seremos realmente fortalecidos realmente. Como sempre, Paulo César, você foi muito objetivo em sua opinião. Parabéns! Brasileiros assim é que dão novo layout em nosso país.
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  5. Paulo César, querido amigo!
    Agradeço pela presença por lá.

    Sou uma otimista, mas mesmo assim impossível visualizar melhorias para a classe mais sofredora deste país.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Brasil..o eterno país do futuro..Espero estar viva para ver alguma melhoria para o proletariado brasileiro,pois,entra governo e sai governo,o cenário não muda:o rico cada vez mais rico e o pobre cada vez mais pobre.É isso!

    Beijão,PC!Dani.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100