quarta-feira, 27 de março de 2013

Renan Calheiros não; agora é Marco Feliciano

Até um tempo, acredito eu, grande parte da população brasileira não sabia quem era Marco Feliciano. Muito menos como deputado. Ou seja, uma figura quase desconhecida como parlamentar; para não dizer desconhecida. Pelo menos até aqui. Agora, não se fala em outro nome nos meios noticiosos. Até do Renan Calheiros esqueceram. Depois de ser escolhido para presidir a Comissão de direitos Humanos e Minorias da câmara federal, o pastor e deputado Marco Feliciano (PSC SP) se tornou o nome mais comentado atualmente nas redes sociais. A partir daí, manifestantes contrários a escolha dele para presidência dessa comissão se espalharam pela internet. Tem coisas na política e nos políticos que não sinto a mínima vontade de comentar, apenas registrar. É justamente isso o que faço agora. Em suma; comentar determinadas situações da política brasileira sem sentir vontade de dizer alguns impropérios a certos políticos, é quase impossível. Prefiro calar-me. Mas protestar ainda é melhor que ficar calado. Essa é a minha opinião.
Comentário(s)
7 Comentário(s)

7 comentários :

  1. Oi PC
    Não entendi se vc é a favor ou contra da renúncia do Feliciano, só sei de uma coisa, eu sequer vi uma pregação dele, nem ponho minha mão no fogo pelo próprio. Porém o cara é homofóbico porque acredita e prega a Bíblia a família à moda antiga? Então eu tbém sou! Ele é racista pque faz chapinha? Então noventa por cento das mulheres são kkkkkk. É tudo blá, blá, blá, para desviar dos verdadeiros corruptos desse país #pronto falei.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  2. Quem será o próximo?São tantas raridades..
    O Congresso nada mais é do que o reflexo de uma sociedade que não sabe votar e,pior,que não tem memória,pois,colocam lá os mesmos de sempre.Vota e nem sabe por que votou;não sabe o que a pessoa fez para merecer tal voto.E assim será nas próximas eleições..E assim se faz o Congresso:com pessoas despreparadas e com uma conduta moral bastante duvidosa.

    Beijão,PC!Dani.

    ResponderExcluir
  3. PCzão meu amigo... Essa história é muuuuito complicada!

    ResponderExcluir
  4. Sabe, Paulo César! Acho que falta canalizar esses políticos para as prioridades 'urgentíssimas' em nosso país! Divagam... Poluem ideias e ideais... Camuflam... Não assumem nada... Recebem vultuosos salários, abonos e tudo o mais... e nós, o povo fica à deriva assistindo a esse teatro de quinta categoria. Oras! Revoltante! O 'voto' nossa grande arma.
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  5. Olá querido Paulo Cesar, faz muito tempo que não passo por aqui. E nesse meu retorno, ler novamente seu blog é um imenso prazer.

    Uma ótima páscoa com muitas reflexões e paz no coração.
    bjos,
    Claudia
    blog: cantinhodafenix

    ResponderExcluir
  6. É tudo muito estranho na política, meu amigo.
    Desejo-lhe uma Feliz Páscoa.
    Beijinho
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  7. Paulo, não me conformo com a escolha, nem com a insistência do partido em manter a indicação. Melhor, realmente, não dizer mais nada. Bjs.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100