segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Ter opinião

Ter o direito de discordar de uma opinião é tão importante quanto ter uma. É o que penso. Às vezes tenho a impressão que ter uma opinião a respeito de determinada coisa, fato ou situação é proibido. Prezo e defendo o direito que todos devem ter de opinarem livremente sobre qualquer coisa. Mas é importante dizer que uma opinião não deve ser confundida com nada que, em nome desse direito, possa vir moralmente denegrir e ferir a dignidade das pessoas. Atacar de forma moral ou preconceituosa seja lá o que for ou quem for, não é opinião. É crime. É bom não confundir. Quando escrevo um comentário em algum blog ou em qualquer rede social que venha propor alguma discussão a respeito de um determinado assunto e a minha opinião é contrária à do autor, faço isso sem nenhum constrangimento ou receio. Assim faço por entender, como citei no início, que discordar de uma opinião é tão importante quanto ter uma. Quem defende o direito de ter a sua própria opinião também tem a obrigação de respeitar o direito que os outros têm de discordarem daquilo que você diz. Ter opinião não é crime algum, embora muitas vezes pareça que sim. Ter uma opinião e poder emiti-la sem nenhum impedimento é o mais puro exercício da livre manifestação do pensamento de um povo. Essa é a minha opinião.
Comentário(s)
9 Comentário(s)

9 comentários :

  1. Bom dia, Paulo Cesar. Admiro as pessoas que sabem opinar prontamente. Para isso é preciso estar bem informada. Mas, como você disse, isso não lhes dá o direito de dizer verdades que possam ferir o próximo. A educação e o respeito devem estar em primeiro lugar. Amigo, beijo e muita paz!

    ResponderExcluir
  2. Em tudo na vida deve prevalecer o bom senso, principalmente ao emitirmos nossa opinião. As divergências fazem parte e só engrandecem o modo de pensar. Sempre tendo em mente que o meu direito termina onde começa o do outro.
    Abraço,
    Célia.

    ResponderExcluir
  3. O mais importante de tudo é o respeito à opinião do outro, e a partir disso, se constrói um debate sadio e maduro.

    Abração PC.

    ResponderExcluir
  4. Assino em baixo o seu texto Paulo. Porque é exatamente assim que penso.
    O que eu acho que ninguém tem direito é de opinar aquilo que não conhece só porque quer mostrar que tem opinião. Isso eu não faço. Se nada entendo do assunto não comento.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  5. Pc, expôs muito bem a diferença entre dar opinião e agredir verbalmente ao outro, e sempre que estive aqui vi a prática do que escreveu. Percebo que é uma pessoa centrada e muito consciente do que escreve, não se esconde atrás de palavras para julgar ou denegrir. Um abraço!

    ResponderExcluir
  6. Paulo César, caro amigo!
    Concordo totalmente e sempre penso que se eu quisesse uma opinião igual a minha era só falar comigo mesma :) Preciso, pessoalmente, de pessoas que discordem ou acrescentem, para que haja um debate saudável e possamos ver as coisas de uma forma mais universal, e quem sabe até, mudar de opinião ou ampliar nosso foco.
    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  7. Lógico,PC!E quem não respeita a opinião alheia é um mero egoísta que vive em seu pequeno mundo;ignorante.O embate de ideias é fundamental,é salutar.Pena que algumas pessoas levem para o campo pessoal,na verdade,não passam de seres mimados,que pensam que o mundo gira ao seu redor;pensa que é superior ao outro;um frágil!

    Beijão,PC!Dani.

    ResponderExcluir
  8. Somos livres para nos manifestarmos, desde que o façamos dentro dos princípios legais. É preciso respeitar a opinião contrária de terceiros, sem levar para o campo pessoal. Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Olá PC! Andei sumida uns tempos, mas estou voltando aos poucos. Li seu texto e achei ótimo, mesmo porque, pensava estes dias mesmo sobre este assunto e vc conseguiu expressar bem o que penso. Fiz um comentário dia destes no Face e um indivíduo que nem parte do meu círculo de amizades faz, resolveu questionar minha opinião, só que como vc disse de forma desrespeitosa, agressiva, ofensiva. E nem sei o porque de tanta hostilidade, mesmo porque se tratava de um assunto tão banal, que não merecia que ele se sentisse tão atingido pela minha opinião. Afinal era minha opinião sobre o assunto e não estava obrigando ninguém a compactuar com ela, estava apenas me expressando. O que falta mesmo, nestes casos é respeito. Abraço.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100