segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Voto não pode ser obrigatório

Eu penso que o fim do voto obrigatório não faria o cidadão sentir-se descompromissado com o país. Deixar de votar em uma eleição (majoritária/proporcional) é também uma das muitas formas do cidadão se insurgir contra uma política suja de políticos nocivos à sociedade. Por tanto, se recusar a votar quando o eleitor entende que não há candidatos merecedores de seu voto, por considerar que esses apresentam propostas vazias ou mentirosas, não é uma omissão do cidadão eleitor, mas um ato de protesto seu. A forma vergonhosa como a política de nosso país é vista por nossa população, claramente traduz bem o que quero dizer. Qualquer país que se apresenta como uma nação que preza e zela por sua democracia não pode impor como um dever aquilo que na verdade é um direito de sua gente. Não estou querendo dizer que o fim do voto obrigatório  nos livrará dos políticos desonestos. É provável que não; muito menos acabaria com a indecorosa prática de vender o voto. Contudo, um político para ser eleito precisaria de bem mais do que um simples discurso de falsas promessas. Quero também dizer que esse argumento de que a pessoa que se recusou a votar não terá razão de cobrar de quem vai governar, não faz sentido. Ele (governante) governará para todos, inclusive para quem nele não votou. O governante que estiver no poder, mesmo não tendo sido eleito por você, governará também com o dinheiro que você lhe pagará. Leia-se impostos. Logo, é bem óbvio que mesmo não tendo votado, você tem tanto direito de cobrar do governante quanto quem votou. Se tal argumento realmente obedecesse uma lógica, uma vez tendo votado e seu candidato perdido, você não poderia cobrar nada do vencedor, pois não votou nele. O fim do voto obrigatório não é solução para melhorar a política e nem os políticos, mas é parte importante de um processo democrático que precisa existir.
Comentário(s)
1 Comentário(s)

Um comentário :

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100