segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Sem educação que se preze, Brasil não terá futuro

Fiquei indignado depois de ver uma reportagem a respeito da situação de crianças pobres de uma escola pública do Maranhão que enganam a fome se alimentando de frutas em razão da falta de merenda. (Veja o vídeo da reportagem). Em uma das redes sociais que utilizo, compartilhei essa reportagem e fiz o seguinte comentário sobre o assunto: esse é um país sem futuro. E o que me levou a fazer tal afirmação? Ora, não precisa ser muito inteligente para se chegar a uma conclusão óbvia. E que conclusão óbvia é essa? Respondo. Não consigo acreditar num país que mire para um futuro de prosperidade pra sua gente sem que este não respeite aqueles que serão responsáveis por esse futuro, as suas crianças e jovens. Por mais que alguns indicadores apontem para uma melhora no nível da educação brasileira, a verdade é que ainda estamos bem abaixo daquilo que, pelo menos, poderia ser entendido por nós como aceitável, já que o ideal me parece longínquo ainda. O PNE (Plano Nacional de Educação), aprovado recentemente pelo Congresso e sancionado pela presidente Dilma, é uma bela iniciativa do governo nessa área. Entre os objetivos do Plano Nacional de Educação estão: ampliar o acesso desde a educação infantil até o ensino superior, melhorar a qualidade de forma que os estudantes tenham o nível de conhecimento esperado para cada idade e valorizar os professores com medidas que vão da formação ao salário dos docentes. A Lei dos Royalties, do Pré-Sal, que destina 75% dos recursos para a educação, é outra lei que é bem-vinda. Mas é bom salientar, mesmo sendo importantes, essas leis não garantem que o país venha ter uma educação de nível elevado daqui a algum tempo, elas na verdade servem como instrumentos de apoio para que se alcance isso. Se a educação continuar sendo tratada pelo Brasil da maneira como tem sido, qualquer lei de incentivo ou apoio a ela será remédio para se combater o feito de um mal e não o que o causa. Quando olho para a realidade deste país e ainda me deparo com situações como a que vi nesta reportagem, revolta e desanimo tomam conta de meu ser. É por isso que insisto, enquanto não se respeitar aqueles que serão responsáveis pelo futuro desta nação, as crianças e jovens, o Brasil continuará sendo um país sem futuro. É a minha opinião.
Comentário(s)
16 Comentário(s)

16 comentários :

  1. Contato: detudoumpoucominhaopiniao@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  2. Falar em educação, para mim, é questão de sobrevivência. Mas, seu texto reproduz exatamente o que passamos e o que enfrentaremos, a um país que joga no lixo sua infância... No lixo das drogas, das prostituições, das explorações em geral... Onde se manipula tanto, que os valores para essas crianças hoje são: o futebol, os MC, as popuzudas, a iniciação sexual em idade de brincar com bonecas e empinar pipas... E, o exemplo que têm via TV, novelas e programas diversos nunca incentivam ao estudo, à leitura, à compreensão de texto para poderem opinar... Então tornam-se "marionetes" agressivas, bandidas, assassinas, pois no comando das drogas obtêm o que lhes falta dentro de seus lares. SEM FUTURO MESMO!
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como de hábito, seus comentários sempre lúcidos e inteligentes só agregam mais valores a esse espaço, querida Célia. Espaço esse, criado para discutirmos ideias, opiniões, fatos e notícias que despertam nossa atenção de alguma forma acerca de muitos assuntos. Alguns com mais relevância, outros nem tanto e outros sem relevância alguma, mas que certamente interessa alguém em algum lugar. Um beijo no seu coração, Célia.

      Excluir
    2. Oi, Paulo!
      O que dizer a mais depois do comentário da Célia? A educação serve para mudar a mentalidade de um povo e tudo começa com motivação. As crianças principalmente, devem sentir que fazem um bem não somente para elas estudando, mas realizam um bem social. Porém, em muitos lugares carentes, a criança tem que trabalhar e os pais acham que estudar é perda de tempo.
      Beijus,

      Excluir
  3. OI PAULO CESAR!
    A CÉLIA, UMA PESSOA LÚCIDA E BEM INFORMADA, COMPLEMENTA TEU ÓTIMO TEXTO COM SEU COMENTÁRIO.
    PARA MIM, RESTA CONCORDAR COM O QUE JÁ FOI DITO E MAIS, NOSSA EDUCAÇÃO SÓ EVOLUIU NOS ÍNDICES DE ALFABETISMO PARA QUE O BRASIL SEJA COLOCADO EM UMA MELHOR POSIÇÃO, POIS O QUE SE VÊ É UMA LEGIÃO DE BRASILEIRINHOS COM NÍVEIS BAIXÍSSIMOS DE CULTURA SENDO ASSIM, FUTURAMENTE, SIMPLES MASSA DE MANOBRA.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem razão Zilani. Um beijo no seu coração

      Excluir
  4. O negócio é fazer esses impostos REALMENTE chegarem a educação!
    Sem educação decente o pais tende a ficar para trás!
    Bela postagem meu amigo!

    ResponderExcluir
  5. Sabe amigo a educação é uma coisa muito complexa. Porquê? Porque se é verdade que nenhum país evolui sem uma boa educação, também é verdade que não interessa aos governos, um povo instruído, pois quanto mais instruído, mais difíceis é de enganar, e mais contestatário se torna.
    Por isso os políticos prometem mundos e fundos, para a educação, mas quando chegam "ao poleiro" não soltam as verbas para a educação
    Isto é o que eu penso.
    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem toda razão, Elvira. Um beijo no seu coração.

      Excluir
  6. O que mata toda a esperança de uma melhora social é a corrupção.O que adianta as verbas serem destinadas se elas não chegam ao seu destino final?Infelizmente,a ganância,a falta de caráter e a certeza da impunidade assolam o país.Tem que se reinventar o ser humano,se é que ele algum dia existiu.

    Beijão,PC!Dani.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também está coberta de razão, querida Dani. Um beijo no seu coração.

      Excluir
  7. Creio amigo PC que essa é a intenção dos políticos mesmo, não investir em educação, pois, caso invistam pesado, terão um baita dum problema pela frente: uma população crítica e consciente das coisas, e é justamente isso que eles não querem, caso contrário, não se reelegerão.

    Ótimo texto, grande abraço.

    ResponderExcluir
  8. Olá, Pc! O pior é que professoras da escola onde trabalho votaram na Dilma por achar que a educação está boa... como assim? Verbas e leis de incentivo não produzem por si só uma boa educação. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A educação neste país, assim como saúde e segurança, nunca foi tratada com a seriedade que realmente merece. Por tanto, não dá para falar que a Dilma é a única culpada por isso. Seu governo apenas tem repetido os governos que precederam o seu. Um beijo no eu coração, Bia.

      Excluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100