segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

O NATAL JÁ FOI. QUE VENHA O ANO NOVO!

Olá queridos amigos, que sempre me honram com suas visitas, comentários e acompanham nossas analises aqui. Me desculpem, muitas das vezes colocar as coisas sempre no plural e não no singular. Quando criei esse blog, tinha por objetivo, como ainda tenho, fazer dele, um fórum de discussões e debates, sobre as nossas opiniões, a respeito das coisas que a nós, são passadas, pelos mais diversos meios de comunicação existente. Embora o Blog tenha por título, De tudo um pouco, minha opinião, entendam que esse, me referindo ao título, "minha opinião", é como se você tivesse dizendo que é a sua. Por tanto, essa parte aí, é mais uma objetividade do título. "Minha opinião", pode ser a sua, a minha, a do outro e mais outro. E assim vai. Bom, mais vamos ao que chama, o titulo dessa postagem. Ou seja, que o Natal se foi, que venha o ano novo. Certamente, depois de nos empanturra com as pesadas comilanças do natal e de trocar presentes, esperemos pelo ano novo. Novamente, esqueceremos a balança, o cartão de credito, o saldo na conta bancaria, e vamos nos perder na festa da virada para um novo ano. Essa será uma semana muito curta. Muito que provavelmente, terminando na quinta-feira. Inclusive, numa outra postagem, eu já havia dito alguma coisa sobre esses dias. Até comentei, que o Brasil parava no Natal e só retornava depois do carnaval. Que até lá, o brasileiro vai é empurrando com a barriga mesmo. Não adianta eu também ficar aqui com um discurso tolo, usando de palavras demagógicas, achando que as pessoas têm que se enclausurar e esquecer esse consumismo exagerado e pensar no futuro. Temos, o sagrado direito de comemorar sim. Aturamos durante todo o ano tanta coisa que nos deixa indignado, amargurado, possesso da vida. Esses momentos são nossas válvulas de escape. Ta bom, posso até esta usando de um discurso pobre de razões intelectualizadas ou desprovido de um sentido lógico pra tudo isso. Que seja, numa boa, eu, você, todos nós merecemos, uma, duas ou três vezes por ano, de nos permitir a ser feliz. Desfrutar desses momentos, com quem amamos, queremos bem, e acima de tudo, recarregar nossas baterias, para uma nova etapa que vai vim. Que pena, que muita pena mesmo, que nesse pais, nem todos tem esse mínimo direito. O direito de se alegrar, o direito a diversão, o direito ao lazer, o direito a ter direito. É claro que tudo isso que coloco aqui, é dentro de uma racionalidade, de um razoável bom senso e de responsabilidade. Sabendo que temos, direito, deveres e obrigações. Pautando essas três regras de sociabilidade, saberemos viver cada momento de nossas vidas dentro de uma sociedade, que ainda não é igualitária, mais poderá ser.
Comentário(s)
2 Comentário(s)

2 comentários :

  1. tem religiões que não comemoram o natal
    eu não tenho religião
    mas....

    O que eu AmooO no Natal e sei que faz bem seja qual for sua religião
    é estar reunido com a familia



    Mas é absurda a maneira de dizer que Brasileiro para no Natal e volta depois do Carnaval
    Porque isso é um faz de conta, os bancos, os juros, as lojas, as ofertas, tudo continua firme e forte.
    Eu vejo um monte de gente se lamentando que não vai ter férias no carnal, na pascoa etc.
    Brasileiro é muito trabalhador. Agente tem as coisas na raça.

    Visite Me !
    http://paminblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Nesta data tão especial, devemos nos encher de boas vibrações, tomar boas atitudes e gestos. Devemos aproveitar, mas com os pés no chão e principalmente, n esquecendo de olhar do lado e enxergar o próximo. O melhor seria que levassemos o ano inteiro assim e que esta pratica n fosse apenas para o Natal ou Reveillon.

    Muito bom o seu post, meu caro amigo ;)

    www.nicellealmeida.blogspot.com

    Me visita!!!!

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100