quarta-feira, 6 de abril de 2011

CRACK, A DROGA DA MORTE


Muito já se falou das cracolândias espalhadas pelas cidades brasileiras, local onde há aglomeração de usuários da droga. Já se falou muito do poder devastador do crack, do número cada vez maior dos dependentes da chamada, droga da morte. Eu pergunto a vocês: Oque fez na prática os nossos governantes para extirpar, eliminar de vez essa droga avassaladora da nossa sociedade? Oque foi feito até o momento para recuperar quem já vive o drama da dependência do crack? Rigorosamente nada. Basta caminhar pelas ruas de qualquer grande cidade brasileira para constatar essa dura realidade dos dias atuais. O crack cresce assustadoramente sem que haja uma política eficaz de combate a ela. O crack tem um poder destrutivo imediato, maior que qualquer outra droga. A sociedade precisa está atenta e o Poder publico mais atuante.
Comentário(s)
1 Comentário(s)

Um comentário :

  1. Olá,amigo.Bom poder estar comentando aqui no nosso blog novamente.O tempo quase sempre nos é muito cruel.
    A respeito do crack,o problema é trágico.Não é de hoje que esse mal está invadindo nossa sociedade,mas,infelizmente,os nossos governantes não tomam um medida eficaz(como sempre,seja em qualquer situação).A situação já está chegando a níveis críticos.Não se pode mais tapar o sol com a peneira.Devemos,como sociedade,sermos resguardados desse mal.Ou,melhor que sermos resguardados dele,esse mal,deve ser banido de nossa sociedade.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100