quinta-feira, 12 de maio de 2011

Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) não reconhece decisão do supremo sobre união homoafetiva

FOTO: Portal da diocese de São Raimundo Nonato
A CNBB, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil em nota divulgada nessa quarta-feira (11/05), disse não reconhecer decisão do STF sobre união homoafetiva. A nota da entidade afirma que homossexuais não devem ser discriminados, mas insiste que a união não equivale à família. A nota foi aprovada durante a 49ª Assembleia Geral da entidade, reunida em Aparecida (SP). Na nota a entidade estranha que o Supremo Tribunal Federal (STF) tenha-se pronunciado sobre a união homoafetiva, porque, em sua avaliação, o exame da matéria caberia ao Legislativo. O documento diz: "Preocupa-nos ver os poderes constituídos ultrapassarem os limites de sua competência, como aconteceu com a recente decisão do Supremo Tribunal Federal". Conforme a doutrina da Igreja Católica, os bispos brasileiros reafirmam que, "o casamento entre homem e mulher devem ser a base da família, instituição que precisa ser reconhecida e valorizada." Em um dos trechos do documento, a nota diz: "O matrimônio natural entre o homem e a mulher bem como a família monogâmica constituem um princípio fundamental do Direito Natural". A nota deixa clara a posição da Igreja diante dessa questão e acrescenta, "Equiparar as uniões entre pessoas do mesmo sexo à família descaracteriza a sua identidade e ameaça a estabilidade da mesma". Bom, a imprensa toda fez a divulgação dessa nota e eu aqui no blog faço a reprodução de alguns trechos, mais a realidade é que não há nenhuma novidade neste documento, até porque todos nós sabemos a posição da igreja nesse debate. Sem dúvida é um debate que mesmo depois de ter passado pelo supremo ainda vai se arrastar por muito tempo na sociedade.
Comentário(s)
3 Comentário(s)

3 comentários :

  1. é meio que um absurdo....com um mundo cheio de transformaçoes !

    abraço

    ResponderExcluir
  2. incrivel no mundo de hoje ainda temos este tipo de surpresa....

    obrigado pelos comentarios e pelas visitas de sempre meu amigo !!!

    abraço !

    ResponderExcluir
  3. Eu fico pensando comigo,há tantas"famílias"nesse mundo que não sabem nem o valor que tem tal palavra tem.Família para mim,é sinônimo de amor,respeito,diálogo,proteção,cumplicidade..algo muito além de meras caracterizações impostas pela sociedade e órgãos que possuem uma limitação de mente e alma.
    Bjão,PC!Dani.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100