quinta-feira, 21 de julho de 2011

A difícil implantação do projeto do trem bala brasileiro

A grande mídia vem noticiando há bastante tempo a determinação do país em criar o trem bala que ligará Campinas em São Paulo e Rio de Janeiro por no máximo, uma hora e meia. Uma hora e meia a contar a partir de Campinas, cidade que será ponto de partida em São Paulo. Entre São Paulo Capital e Rio esse tempo poderá ser bem menor. Objetivo, integrar cariocas e paulistas. O grande volume de negócios entre as duas cidades e Estados mais ricos do país, uma integração maior entre essas duas importantes capitais e seus Estados e a grande vocação que esses dois importantes centros tem para atrair grandes investimentos para o país, além de outros importantes fatores na ordem econômica. O somatório geral desses componentes na esfera do desenvolvimento vem fazendo com que o governo aposte no trem bala como um grande facilitador de intercâmbio entre os dois Estados e suas respectivas capitais. Só que o governo vem enfrentando um grande obstáculo para a implantação do trem bala. O grande desafio é fazer com que grandes empresas se sintam seduzidas pelo projeto e queiram investir nele. Três leilões já ocorreram e nenhuma grande empresa deu as caras para participar. Um novo modelo de concessão foi elaborado e nele duas concessões são previstas. Primeiro uma empresa será contratada e ficará responsável por oferecer a tecnologia que vai operar o veículo. Depois será a vez de contratar uma empresa que ficará com a infraestrutura desse projeto. O primeiro trem de alta velocidade do Brasil está estimado em R$ 33,1 bilhões, sendo R$ 10 bilhões em trens e sistemas operacionais e o restante em obra civil. É óbvio que qualquer investimento no progresso de nosso país é sempre muito bem-vinda, agora precisamos ficar atentos. O final dessa história não pode ser como já estamos vendo com os investimentos na Copa do Mundo aqui no nosso país, ou seja, dinheiro público na jogada e ausência de transparência no trato com aquilo que deveria ser de conhecimento geral do cidadão brasileiro. O leilão para a 1ª etapa do trem-bala deve ocorrer em fevereiro, segundo diz a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres)
Comentário(s)
7 Comentário(s)

7 comentários :

  1. Esse problema não tá facil! Espero que isso se resolva! :)

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. A ideia é boa
    Sempre quis conhecer São Paulo e seria legal ter um trasporte assim aqui no Rio
    E diferente das obras para a Copa acho q esse seria melhor aproveitado principalmente pelo turismo.
    Abç PC

    ResponderExcluir
  3. No Brasil as coisas são difíceis para acontecer.Quando alguém não sair "beeeem feliz" dessa negociata,o trem bala não vai sair do papel.É muito dinheiro em jogo e o retorno tem que vir igual bala para o bolso do empresário.Mas,não podemos negar que o metrô é um meio de transporte imprescindível hoje em dia,ainda mais com essa pouca vergonha do caos nos aeroportos brasileiros.Imagina,se chegar a São Paulo e Rio de Janeiro em minutos?
    Sonhar não custa nada!Vamos torcer para que o projeto saia realmente do papel,pois,como eu disse as coisas no Brasil para acontecer são difíceis,mas,quando se quer fazer(rolando muito money,mas muito mesmo)..Faz!

    Beijão,PC!Dani.

    ResponderExcluir
  4. Quando acontecer,se acontecer com certeza sera um grande beneficio parar todos nós.
    Meu querido desculpe a minha ausência eu tive um problema na coluna é não posso ficar sentada por muito tempo,com isso eu evitei ficar no Pc porque quando venho até ele quero deixar recados para todos os meus amigos é fica dificil. rs
    Mas eu tinha que passar por aqui é te deixar um grande beijo é dizer que sinto muito sua falta viu! Querido obrigado pelo seu carinho. Desejo muita saúde é muito sucesso para vc. BJSSSSS

    ResponderExcluir
  5. Essa idéia do trem bala no Brasil é excelente mas devido a burocracia fica complicado o projeto ir para frente...s políticos sempre teimam em colocar os mais diversos empecilhos.

    bjs
    http://www.empadinhafrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. uma das estações ficaria na porta da minha casa...
    espero q saia do papel...
    é uma promessa desde antes da copa e olimpiada...
    desde a época fhv q ouço falar no trem bala...
    abraços

    ResponderExcluir
  7. Paulo, não fica brabo, tá bom?
    mas comentei apenas no post anterior, conheci o Clóvis pessoalmente, neste estou apenas te mandando um forte abraço! Já são 3h da madrugada. Me entende? Qualquer coisa, volto! rsrsrs
    Beijos

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100