sexta-feira, 9 de setembro de 2011

O governo e o controle social da mídia

Eu sei que a sociedade até pode ter algumas críticas contra a imprensa. Assim, como em qualquer setor da vida, não dá para se exigir uma unicidade, sempre haverá diferenças. Por tanto, tal como em outros seguimentos da sociedade, existirá uma imprensa seria, atenta e obediente a integridade dos fatos, como também haverá uma imprensa inversa a esses valores. De uma coisa eu não tenho a mínima dúvida em afirmar, sem a imprensa nos representando, sendo os olhos da sociedade, estaríamos perdidos. Até hoje, nenhum político no uso de suas atribuições legais, nem qualquer outra autoridade constituída desse país, jamais denunciou ao povo, o que a imprensa até aqui, tem feito de maneira ativa e com riquezas de detalhes. Me parece bem claro para a opinião pública, que as denúncias trazidas pela imprensa nos últimos tempos, tem causado imenso desconforto nos "donos do poder". A sociedade precisa ficar atenta para o que planejam alguns setores da política de nosso país. O governo sinaliza com uma ideia, que não me soa muito agradável. O nome que em princípio estão dando para aquilo, que disfarçadamente pode ser uma espécie de censura é, "controle social da mídia". No 4º Congresso do PT, realizado recentemente em Brasília, os petistas, defensores da ideia, recuaram e passaram a usar uma outra nomenclatura, uma tal de "agenda estratégica para as comunicações no Brasil". Vejo tudo isso com muita desconfiança. Todos nós sabemos que o Congresso Nacional está bastante desacreditado, principalmente da maneira exposta com que tem sido mostrado nos meios de comunicação. Na outra ponta, o governo tem convivido com denúncias de corrupção, recentemente apresentadas em toda mídia. Esses fatores somados, corre o risco de levar os parlamentares embarcarem na história do "controle social dos meios de comunicação". Se tal fato se consumar, poderia ser um grande obstáculo, propositalmente colocado no caminho da nossa imprensa, dificultado o livre exercício da sua liberdade, tão duramente conquistada. A imprensa fiscaliza a administração pública e o uso do dinheiro de todos os brasileiros. De igual modo, nos mantem informados sobre os mais variados acontecimentos do Brasil e do mundo. O seu papel é imprescindível para nós, sociedade brasileira. Precisamos ficar atentos e entender o que de fato se intenciona com essa ideia. Uma imprensa livre e a liberdade de expressão, é o que melhor simboliza a liberdade de um povo.
Comentário(s)
9 Comentário(s)

9 comentários :

  1. Parabéns,Paulo.
    postagens como essa são tão importantes, todos os brasileiros que tem um espaço onde podem se expressar, deveriam pelo uma vez uma vez fazer o mesmo, sim, postar indignação contra esse papo de controlar a Imprensa, como você diz: "uma imprensa livre e a liberdade de expressão, é o que melhor simboliza a liberdade de um povo"...
    Beijo da Mery, revoltada com a situação no Alemão, vou postar agora sobre isso, pois é lá que eu trabalho. Depois vc comenta?...Obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Com certeza!
    Se começarem a por mordaças na imprensa logo voltaremos a ditadura.
    Imprensa livre é um direito do povo!
    Abç PC

    ResponderExcluir
  3. Imprensa livre sempre!Somos um país denominado democrático.Não podemos retroceder a passados nada honrosos de nossa história.O brasil necessita continuar rumando pelas veredas da verdadeira liberdade.

    ResponderExcluir
  4. Compartilho seu receio. Qualquer ato que venha a limitar a imprensa não pode ser aceito. Sabemos que a mídia, em alguns setores, é direcionada pelo governo. Mas temos os nobres profissionais que não se quedam, que trabalham para divulgar e correm atrás os fatos, seja de que natureza forem. E é através deles que tomamos conhecimento do que é reprovável, inaceitável. Não importa que nome se dê, tratando-se de "censura", deve ser combatida enquanto não se torna "legal".

    (Muito apropriado seu comentário no diário, eis que, sendo gentil, acabamos nos magoando com a maneira de agir dos "amigos" que não compreendem o sentido de "seguir".)

    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. imprensa livre realmente simboliza da melhor forma liberdade do povo, mas nem sempre é assim, temos que ficar atentos com as publicações dos jornais e tbm com o que o governo diz. Não se sabe mais em quem acreditar.

    Obrigada pela visita!

    http://artegrotesca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. http://animaisdeestimacaobr.blogspot.com/9 de setembro de 2011 20:06

    O grande problema é que a imprensa em algumas situações trabalham de acordo com interesse de alguns grupos, sempre por trás de uma denuncia tem alguem querendo tirar vantagens políticas, mas mesmo com estes problemas, nao deixo de recohecer o importante trabalho da imprensa.

    To com um novo blog: http://animaisdeestimacaobr.blogspot.com/ dá uma visitadinha lá também.
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Oi Paulo,tudo bem?
    Salvo alguns casos, e alguns veículos, no geral a imprensa é um grande meio de propagar o que está errado e vir á tona ao público, que de outra forma não saberia sobre o fato. Liberdade de imprensa, prevista na Constituição!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  8. Paulo, super pertinente alertar para isto.

    Eu não vejo com ressalvas tal tentativa, vejo com temor enorme e repúdio.

    Decerto que a imprensa detém um poder absurdo, e que isto provoca sim manipulação, mas muito mais social do que política. Se detivesse o poder político que estão tentando atribuir a ela, Lula não seria eleito, nem Dilma.

    Usarem o argumento de que a mídia tem poder demais e publica só o que quer, é mascarar a verdadeira intenção por trás do controle midiático, é tentativa de convencimento da opinião pública a autorizar o governo a proibir a mídia de denunciar as falcatruas da cúpula.

    Ora, isso não seria desastroso somente no aspecto de que o povo não saberá o que estará acontecendo, mas principalmente por fazer com que o mínimo de controle que exercem sobre suas ações para evitar a denúncia, caia por terra, estarão livres para a "robalheira" e as arbitrariedades anticonstitucionais que não irão mais poder ser divulgadas como antes. a podridão atingirá níveis inimagináveis, sem esse controle que são obrigados a exercer sobre si. Se controlando e denunciando já fazem o que fazem, imagine às escondidas.

    É um completo absurdo dirigentes proporem isso, só o fato de propor já demostra totalmente o caráter, os interesses escusos, quem não tem absurdos a esconder jamais irá se incomodar com o que irão falar de si, mas quem insiste em controlar o que falam, denuncia a si mesmo.

    Se quisessem mesmo fazer o que estão alegando, evitar que os meios de comunicação manipulem a notícia, é simples demais e sabem disso, basta abrir as concessões para canais de tv e outros meios, facilitar que inúmeros segmentos representantes de classes, etc. ganhem voz, assim a notícia seria divulgada sob vários olhares e aspectos, mais ou menos como as religiões fizeram, para ganhar terreno, uma não proibiu a outra de se expressar , cada qual abriu seu canal e democratizou a pregação, cada uma fala a seu modo sobre a mesma coisa e conquista seus adeptos democraticamente. Isso é democracia, isso é que se chama somente diminuir o poder da mídia, nenhuma intenção por trás.

    Por isso fica muito claro que não querem aquilo que justificam. O caminho pra o controle do poder da mídia é outro, é o da livre concorrência.

    O que querem é resolver seus problemas de denúncias e principalmente, uma tendencia a desrespeitar a constituição: ser e fazer a lei. Como conduzir o país para o lado que desejam, sem que ninguém saiba ou perceba, de antemão sabem que haverá rejeição, com a imprensa na cola?
    Só calando-a pra "trabalhar sossegado". Isso é tão claro, tão óbvio.

    Se a sociedade não enxergar claramente a idelogogia e o motivo real que está pro trás desta e de inúmeras outras ações, vão chorar na cama que é lugar quente depois.

    Não tenho ressalvas, tenho medo..pânico mesmo, sei onde querem e vão chegar com isso se permitirmos. Chegarão, porque os discursos e reais motivos são muito mascarados, exceto os que comungam das mesmas idéias deles, o povo que é responsável pelo palavra final, não percebe, é conduzido por vias tortuosas e obscuras, com aparente colorido.

    Falso!

    Desculpe falar tanto, achei espaço para um desabafo.

    Beijos, Paulo!

    ResponderExcluir
  9. Olá Paulo,

    Belíssima reflexão!
    Os meios de comunicação social têm uma grande influência nas atitudes das pessoas.
    Construir, destruir e influenciar são as principais funções da mídia.

    Beijos de luz.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100