terça-feira, 18 de outubro de 2011

Ajuste econômico causa indignação nos portugueses

A crise internacional é um drama para populações de muitos países, inclusive para os nossos irmãos portugueses, afetados por rigorosas medidas de ajuste anunciadas pelo governo nos últimos dias.
Foto: BBC
Entretanto, diferente dos brasileiros que assiste a tudo de maneira passiva enquanto é violentado nos seus direitos e ver a corrupção se proliferando, os portugueses vai para as ruas e tomam avenidas e praças, dando reverberação as suas indignações. Sábado (15/10), milhares deles aderiram aos protestos contra a "ganância corporativa". Tal protesto é parte de um movimento que se espalhou pela Europa e Estados Unidos. A maior manifestação foi registrada em Lisboa, com a presença de mais de cem mil pessoas, embora a imprensa portuguesa cite um número de 30 mil. Os manifestantes percorreram mais de dois quilômetros, numa passeata que terminou na frente do Parlamento português. O desemprego já atinge 13,2% dos portugueses. No Porto, a estimativa da polícia é que 10 mil pessoas tenham participado do protesto. Mas segundo os organizadores, esse número é de 20 mil pessoas. Ainda houve manifestações, com menor número de participantes, é bem verdade, em Coimbra, Braga, Évora, Faro, Angra do Heroísmo e Funchal. O grito nas palavras de ordem dos manifestantes se direcionava contra a União Europeia e o FMI, que coordenam o programa de resgate da dívida portuguesa. Portugal é um dos países que mais sofre com a chamada crise internacional e que diante do seu tamanho não se vislumbra nenhuma mudança de momento que possa reverter o atual quadro. Aqui no Brasil, ainda não sentimos os efeitos dessa crise internacional, mas o país precisa está preparado. Não dá para descartar essa possibilidade, embora nossa economia tenha dado grande sinal até aqui de solidez e segurança. Daqui fica a torcida para o fim dessa crise, principalmente para os portugueses, um povo com quem temos ligações históricas ao longo dos tempos.

Publicação relacionada
Comentário(s)
6 Comentário(s)

6 comentários :

  1. Paulo César, impossível, se formos plugados nos acontecimentos econômicos mundiais, não nos revoltarmos. Plagiando um trecho musical:..."se gritar pega ladrão... não fica um, meu irmão"... Pergunto-lhe: o que vemos em nossos noticiários diários? Corrupção. Desvio de verbas. Taxas de juros escorchantes. Quedas de políticos... nada politicamente corretos... e por ai vai... Sinto que escravizamo-nos às notícias, banalizando-as e nos submetemos a produzir... produzir... segundo a teoria fordista! Esse é o Brasil que temos; não o que merecemos. Grande é a nossa apatia de "burrinho de presépio", infelizmente...
    Abraço da Célia, que o parabeniza por inteligente post.

    ResponderExcluir
  2. O pior é que não se vislumbram tempos melhores. Ainda que o pais consiga com estas medidas equilibrar a balança e recuperar a confiança de investidores, o que me custa a acreditar, porque estas medidas trarão fatalmente a recessão, repare que foi retirado 5% ao ordenados de todos os funcionários públicos com 1500.00€ ou mais mensais. Além disso será retirado, um subsídio de Natal, ou férias a todos os que recebam mais de 485.00€ e os dois a quem receba 1000.00 ou mais. Bom até que o povo aguentava isso na esperança de dias melhores. O pior é que a somar a isto aumentaram todos os impostos e diminuiram as ajudas na Educação e na doença. Aumentaram a água e a eletricidade, transportes e tudo o resto. É bom de ver que se ganha menos e as despesas são maiores, caímos fatalmente na miséria. E enquanto isto os senhores que ao longo dos últimos 15/16 anos conduziram o país a este estado passeiam-se pela Europa e não só com o nosso dinheiro.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. Torço para que o povo amigo português supere logo a crise.

    Muito obrigada por me ajudar Paulo, por sua iniciativa em colocar aqui no seu blog o link para o meu post de divulgação da busca pela María. Que a partir dessas iniciativas e contribuições o rosto dela seja brevemente muito conhecido. Farei como você sugeriu, deixarei o post um pouco mais de tempo para que mais pessoas o leiam, e depois de troca-lo, manterei a foto dela na lateral do blog com a explicação da busca.

    Vamos torcer para um final feliz. Obrigada mesmo, pela ajuda preciosa e generosa.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Paulo,
    já havia passado por aqui hoje, mas sempre entre uma coisa e outra, não tinha conseguido comentar, agora volto.
    Tenho uma amigo português que me confirmou que tiraram os benefícios de Natal e férias,isso correspondente a dois anos, este e o próximo. Imagina, as pessoas contando com esse dinheiro,muitas vezes já fazendo mais contas, etc... Enfim, agora essa crise assola também a Itália, sempre acompanho o que diz o Ronaldo Sardenberg, economista que fala no jornal da noite da Globo, muito bom ele, e fala para quem é leigo como eu, e as previsões são péssimas.
    Grande beijo, amigo, volto sempre que puder!
    Ótimos dias! :)

    ResponderExcluir
  5. Paulo,
    posso te dar uma sugestão? É apenas uma sugestão..., se me permite: em sua lista de melhores blogs aqui ao lado, poderias enumerá-los por atualização e não por ordem alfabética, pois blogs que não atualizam a 2 meses estão privilegiados em cima, e outros que atualizam seguido, estão lá embaixo. Apenas uma sugestão.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Amigo o anti-vírus da Microsoft está-me avisando
    de perigo desde que abri o seu blogue.Foi a primeira vez que isto aconteceu.Obrigada por
    este seu post sobre Portugal.Mas ainda há muitos
    milhares de portugueses que não reagem.
    E era bom que reagissem.
    Um beijinho
    Irene

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100