terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Luiz Gonzaga, Rei do Baião completaria 99 anos de vida

Foto/Reprodução: Rede Globo
Se vivo estivesse, Luiz Gonzaga do Nascimento estaria completando hoje, (13/12) 99 anos de idade. Foi um dos mais completos artistas da música popular brasileira. O Rei do Baião, como ficou conhecido, levou para o país as histórias de pobreza, tristezas e as injustiças de sua árida terra, o sertão nordestino. Mas também soube, melhor do que ninguém, cantar o sentimento fantástico desse povo. Sentimentos, de amor, fé, esperança e luta pela vida. Levou o nordeste, sua gente e sua cultura para todos os cantos desse país. Numa época em que a maioria das pessoas desconhecia o baião, o xote e o xaxado. É respeitado e reverenciado até hoje. Ganhou notoriedade com músicas que se tornaram antológicas, como Baião, Asa Branca, Siridó, Juazeiro, Qui Nem Jiló e Baião de Dois. Luiz Gonzaga nasceu em Exu, sertão de Pernambuco, que mais tarde seria homenageada por ele, na música "Pé de Serra", uma de suas primeiras composições. No ano de 1945 no estúdio da RCA Victor, no Rio de Janeiro, gravou sua primeira música como cantor, "Dança Mariquinha". Em 1946 retorna a sua terra natal, Exu, o reencontro com seu pai é narrado em sua composição, "Respeita Januário". Luiz Gonzaga nos deixou no dia 02 de agosto de 1989, no Hospital Santa Joana na cidade de Recife, vítima de parada cardiorrespiratória. O município de Exu celebra até domingo a data do seu mais ilustre filho e benfeitor. A homenagem terá uma programação musical que inclui seu sobrinho Joquinha Gonzaga, o parente mais próximo que ainda mora na cidade, e vários seguidores do Rei do Baião. A festa no domingo terminará com missa e um forró ao pé do centenário juazeiro do Parque Aza Branca. Mas as homenagens ocorrerão em todo Brasil.
Comentário(s)
6 Comentário(s)

6 comentários :

  1. Com certeza foi um grande ícone nordestino e onde o resto do país começou a respeitar a cultura nordestina, ele foi um grande artista que colocou não só Pernambuco, mas todo o Nordeste no mapa.

    Abração PC.

    ResponderExcluir
  2. Parabens Gonzagão! Certamente o B.B.King brasileiro de um blues bem nosso chamado baião, ou forró ou xaxado e outros ritimos gostosos assim.
    Qui nem giló, pra mim é uma obra prima!
    Asa Branca deveria ser considerada um clássico mas a não ser o povo, a grande mídia não fala nada.
    Dançar um forrózinho do Gonzagão com uma menina esperta é muito gostoso enquanto hoje fazem musicas duras onde os movimentos do forró endurecem também.

    Linda essa sua homenagem PC! Parabens amigão!

    ResponderExcluir
  3. Raízes. Folclore. Tradição. Perde-se isso tudo em nome da modernidade. É mico para muitos. É brega para outros tantos. Mas, a verdade é que compositores, cantores, músicos que preenchiam nossas batidas cardíacas com emoção ficaram excluídos pelo batidão eletrônico que inviabiliza sentimentos a não ser os misturados em coquetel de drogas, álcool anestesiantes e inescrupulosamente liberadas! Memória... que resgate lindo fez você, Paulo! Obrigada pela sua consciência de brasilidade!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  4. Foi ele que mostrou ao resto do País o que o nordestino tem de melhor, minha mãe adora suas musicas e eu admiro as letras!!
    Obrigada pela presença e pelo carinho, um beijo em seu coração também!! =D

    ResponderExcluir
  5. Olá, Paulo César!
    Eu me criei ouvindo as músicas de Luiz Gonzaga. Sabia de cor as principais, sobretudo a clássica Asa Branca.
    Ele realmente é um exemplo de talento, humildade e é um ícone nordestino.
    Tanto tocava, compunha quanto cantava bem. Era um artista completo.
    Ainda hoje canto suas músicas. Ele ainda tem muito influência no cancioneiro do Nordeste.
    Sem falar do seu filho Gonzaguinha, que também foi de grande talento.
    Só não está presente, mas está vivo na memória de seu povo e continuará por muito tempo.

    Maravilhosa matéria!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Amigo Paulo César, fico emocionada como nordsestina que sou(nasci na Paraiba),o Grande Lua ser lembrado e homenageado,por você, que para mim tem o meu respeito e carinho.Cresci ouvindo o Lua,mesmo que após minha adoração foi para o Rock-Roll, não deixo de ouvir os sucessos deste homem, que contribuiu muito, a favor do povo sofrido do sertão nordestino.
    Paulo eu te dou um SALVE!.
    Bjos.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100