sábado, 3 de dezembro de 2011

Pela fama, filho denuncia o 'estripador de Lisboa'

Assim como no Brasil, Portugal também tem seu reality show, uma espécie de BBB (Big Brother Brasil), "A fazenda" ou coisa assim. No caso de Portugal, o "BBB" deles, lá chamado de Casa dos Segredos, teve relevante importância para a sociedade portuguesa. Vou explicar: na década de 90, uma série de assassinatos de prostitutas com requintes de crueldade ocorreram em Lisboa. O estripador de Lisboa, como ficou conhecido o assassino, teria cometido três crimes desse tipo, em julho de 1992 e janeiro e março de 1993. As três vítimas eram prostitutas, viciadas em drogas, portadoras do vírus HIV, de baixa estatura e morenas. Você deve está se perguntando agora, o que tem isso a ver com um programa de televisão? Pois bem, para ser aceito no programa Casa dos Segredos, cada concorrente tinha de ter um segredo. Joel Guedes, 21 anos, apresentou-se à produção da edição desse ano do programa com a frase:
Foto: Maria Lopes/Sol
"Sei quem é o estripador de Lisboa". Sem pestanejar e dominado pelo avassalador desejo da fama, custe o que custar, denunciou o pai, José Pedro Guedes, operário da construção civil de 46 anos, que mora em Matosinhos, 310 km ao norte da capital portuguesa como o assassino em questão. Apesar da denúncia, Joel não foi aceito pela produção do reality show. Em entrevista, José Pedro admitiu ser o autor dos três crimes atribuídos ao "estripador de Lisboa". Infelizmente, os três crimes realizados em Lisboa já prescreveram, pois já fazem 15 anos que foram cometidos. A ambição desmedida de alguém e o desejo descontrolado pela fama pode levar o ser humano a tudo, até revelar um segredo bárbaro e cruel como esse. Nesse caso, quem saiu ganhando foi a sociedade, ainda que o assassino não pague pelos seus crimes, o que não deixa de ser uma grande aberração da lei, essa história de crime que prescreve. Lamentável!
Comentário(s)
3 Comentário(s)

3 comentários :

  1. Paulo, tudo bem?
    Nossa! Que coisa!
    E prescreveu o crime, em 15 anos?
    Mas tinha que ter alguma maneira de voltar atrás, não?
    A fama... e só agora o homem foi denunciado, e por causa da busca pela fama.

    Abração amigo, ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  2. Olá estimado Paulo César,

    Se o tema da sua postagem é acontecimento em Portugal, eu estou presente.
    Não acredito muito, para não dizer, nada, na versão do filho do estripador, nem na do estripador.
    O desejo de fama leva muitas pessoas a se fazerem passar por aquilo, que não são e que nunca fizeram.
    Classe social baixa, FALTA DE AUTO-ESTIMA, desconhecimento de valores e falta de cultura mental e académica, por vezes.
    As questões económicas, aqui nem se poêm, sequer.
    A maioria dos Portugueses tem uma vida asssaz satisfatória. Os melhores produtos estão sempre esgotados e, não são só os ricos, que os compram, não.
    São pessoas de extractos sociais baixos.
    Aqui, só não trabalha, quem não quer.
    Temos muitos estrangeiros em Portugal, que desempenham tarefas abaixo, muito abaixo das suas habilitações literárias.
    Exemplificando, temos médicos e estrangeiros estrangeiros trabalhando na construção civil.
    Temos alguns "ANALFABETOS" querendo se fazer passar por aquilo, que não são.

    Portugal é um oásis no mundo. A segurança, a tranquilidade e a paz são, também, a bandeira deste país, que vive bem, acima da média, aliás.

    Sabe quem ganha mal, ou melhor não compatível com o trabalho e a função importante que tem, são os PROFESSORES, e eu sou.
    Mas, dá para viver satisfatoriamente, ao contrário do que afirmam alguns colegas meus.

    Há que fazer opções, entre o necessário e o supérfulo e Portugal está habituado a esbanjar. Chega! Vamos trabalhar e poupar, sempre que necessário.

    Voltanto ao estripador, a polícia já tem dados, mas, que, naturalmente, não divulgará, por enquanto.

    Se calhar, O VERDADEIRO ESTRIPADOR, nem se encontra mais em Portugal.

    Agradeço seus comentários em meu blog.

    Bom fim de semana.

    Beijos carinhosos de luz.

    ResponderExcluir
  3. Realmente esse crime é lamentável. Infelizmente o ser humano faz de tudo mesmo para conquistar a fama, é claro que não são todos. O pior de tudo que muitos não pensam nas consequências mais tarde.

    Grande abraço Paulo

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100