quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

30 Anos sem Elis Regina

Numa manhã de 19 de janeiro, o Brasil perdia uma das maiores cantoras de todos os tempos, Elis Regina, a pimentinha, como carinhosamente era chamada. O ano era 1982. O país já sentia os ares de liberdade de um sentimento político e social que corria nas veias de cada brasileiro. O Brasil deixava para trás os dias de opressão e terror de uma ditadura covarde e sanguinária. Mas a década de 80 também ficaria marcada pela morte de Elis. Ela foi encontrada caída no chão de seu apartamento pelo então namorado, o advogado Samuel MacDowell, no nobre bairro do Jardim Paulista, na cidade de São Paulo. Elis chegou a ser socorrida, mas chegou sem vida ao Hospital das Clínicas, próximo de sua casa. Na época, o laudo médico deu como causa de sua morte, uma mistura letal de cocaína e álcool. Quando morreu, Elis tinha apenas 36 anos. Terminava ali, a brilhante trajetória daquela que, por quase duas décadas, foi considerada a maior cantora do Brasil. Nascida em 17 de março de 1945, na cidade de Porto Alegre, Elis Regina Carvalho Costa começou a cantar aos 11 anos nos programas de rádio. Em 1964 deixou o Rio Grande do Sul. No Rio de Janeiro, ela é descoberta por Solano Ribeiro, diretor do primeiro Festival de Música Popular Brasileira, que ela venceria, interpretando a música "Arrastão", de Edu Lobo e Vinicius de Moraes. Solano a viu pela primeira vez no lendário Beco das Garrafas, principal palco da bossa nova na capital Fluminense.
Foto: Agência O Globo
E assim, o Brasil conhecia a cantora que conquistaria o coração dos brasileiros. Elis partiu, mas ela se tornou inspiração maior para uma geração de artistas que surgiram depois dela. Elis Regina foi uma estrela que na terra brilhou e que na saudade hoje habita.
Comentário(s)
8 Comentário(s)

8 comentários :

  1. Olá querido PC,

    Minha mãe adorava Ellis e todas as canções, mas "Águas de Março", julgo ser esse o nome, era a sua preferida.
    Eu era novinha e confesso, que meus ídolos artísticos eram outros.
    Hoje, lhe reconheço talento, muito talento, e saudade.
    Era e é muito apreciada em portugal.

    Beijos de luz.

    ResponderExcluir
  2. Saudade imensa da Elis... mulher tão posicionada na vida, uma guerreira não me conformo como se deixou levar pelo vício! Li que era ingênua e que não sabia conviver com a droga! Fiquei me perguntando: dá para conviver com isso, sem sequelas? Tenho exemplos muito próximos de que é impossível tal convivência! Cantei e cantarola ainda suas músicas..."Se eu quiser falar com Deus /Tenho que ficar a sós /Tenho que apagar a luz /Tenho que calar a voz /Tenho que encontrar a paz..." Infelizmente, esse é um marco triste para quem, como eu, assistiu aos "festivais da música popular brasileira", ao "jovem guarda" no teatro Record - da Consolação - em Sampa...
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  3. Olá, amigo Paulo César!
    Grande homenagem à brilhante cantora Elis Regina, a "Pequena Notável".
    Sua voz sua é realmente aveludada.
    Suas músicas são verdadeiros hinos.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Que saudade! Acredite que nunca em qualquer outra altura eu chorei por alguém que não conhecia, como chorei nesse dia.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  5. Incontestável o sucesso! Incontestável o fato de ter sido elevada à categoria de estrela! Mas não fazia parte do meu gosto pessoal.

    ResponderExcluir
  6. Olá, queridão PC... estou de volta! Viagem foi realmente linda!

    Ahhh, que coisa mais beeeela, essa homenagem! Sou fanzona da Elis... lembro-me que já cantei muitas músicas dessa maravilhosa!!!

    bjks

    ResponderExcluir
  7. Oi PC!
    Ah valeu por dizer que meu Papo Furado tem conteúdo..mesmo quando eu digo coisas que é dificil entender...mas faz parte kkkkk. Gosto de contar sempre com seus comentários!
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Uma belíssima voz, uma vida tumultuada, um temperamento forte e uma ausência sentida.

    Bjs.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100