domingo, 5 de fevereiro de 2012

Bahia vive onda de violência com PMs em greve

A situação que vive a população baiana nesse momento é extremamente preocupante. Desde o início da greve da PM na terça-feira (31/01), uma série de violência e furtos ocorrem na capital e interior do Estado. Enquanto isso, a tensão e o medo vão tomando conta dos baianos. Excelentíssimo senhor governador Jaques Wagner, por favor, a população baiana espera do senhor mais que explicações; ela espera por soluções.Também enfatizar ao senhor Ministro da justiça José Eduardo Cardozo, que o salário de um policial militar brasileiro é indecoroso e aviltante. Na realidade Ministro, a população gostaria de saber se essa greve poderia ou não ter sido evitada. O balanço que a Secretaria de Segurança Pública do Estado fez com relação à onda de violência desses dias é dramática e assustadora. 56 Pessoas foram mortas das 21h de terça-feira (31/01), dia em que foi decretada a greve por parte dos policiais militares, até as 18h30 deste sábado (4/02).
Foto:Terra
Às vésperas do carnaval, onde se recebe inúmeros turistas do Brasil e do mundo inteiro, esse episodio só vem contribuir de maneira negativa para a economia da nossa querida e amada Bahia. Por outro lado, lamentando tudo isso, temos que entender que as reivindicações da polícia Militar são mais que justas. Em situações como essa, como sempre se repete em tantas outras, a população é a maior vítima. Não deveria, mas é; infelizmente. Essa é a minha opinião.


Contato: detudoumpoucominhaopiniao@yahoo.com.br
Comentário(s)
4 Comentário(s)

4 comentários :

  1. Meus parabéns! Gostei muito do seu blog. Que o Senhor Jesus Cristo te abençoe, abundantemente.

    Visite o meu blog e me adicione ao seu. Vamos fazer uma parceria. Aguardo sua confirmação.

    Acesse: http://iijesuseocaminho.blogspot.com

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Paulo César! A desmoralização pública em nosso país é aviltante! Seria misteriosa tal situação da Bahia, se não soubessemos da miséria salarial de "humanos" que colocam suas vidas em risco em nossa defesa! Será que gostaríamos de ver familiares nossos desempenhando tais funções em troca da própria vida? Os grandes polos turísticos sempre são abalados em épocas de festejos populares! Seria um complô? Quais interesses colocados nas entrelinhas dessas ações? Chega de menosprezar nossa capacidade de discernimento. Em seus "palácios e gabinetes", com seus "carros blindados, helicópteros e segurança particular", tudo regiamente mantido pelos nossos impostos, "as excelências" habitam e convivem soberanamente... E, o povo... oras... o povo!!! Que se lixem... pra não dizer pior!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  3. I got this site from my friend who informed me about this site and now this time I am browsing this site and reading very informative posts at this time.
    My website: Organic Coffee with Ganoderma Lucidum from Organo Gold

    ResponderExcluir
  4. Às vezes eu penso que estão dourando a pílula pra jogar a opinião pública contra os PMs em greve. Não sei... mas acho estranho ondas sufocantes de violência assim, do nada... só porque os policiais militares não estão nas ruas.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100