terça-feira, 13 de março de 2012

Ricardo Teixeira deixa a CBF

Foto: LANCE!NET
A saída de Ricardo Teixeira da presidência da CBF, após 23 anos no comando da entidade máxima do nosso futebol, mudará o que no futebol brasileiro? Muito se falou na grande imprensa sobre sua administração na entidade esportiva; e falado mal, diga-se de passagem. Essa saída de Teixeira do comando do futebol brasileiro, já era bastante aguardada pelos que o criticavam. Defendo, como torcedor e amante do futebol, que a justiça apure todas as denúncias que foram feitas e que nos apresente o resultado das investigações. Muitos jornalistas, movidos, sabe lá, por qual interesse; espero, que a serviço do bom jornalismo, desejavam abertamente a saída do dirigente esportivo. É evidente, que em sendo provadas as denuncias que foram feitas, ele deveria ser banido do futebol, assim como os maus políticos e gestores públicos deveriam ser banidos da política e da vida pública desse país. Mas agora, o que importa mesmo é saber, como será dirigida a CBF daqui pra frente? A julgar pelos que ficaram por lá, não alimento grandes esperanças. Acho que teremos uma grande discussão em torno da futura sucessão presidencial da entidade, que por enquanto, será comandada até 2015, pelo vice José Maria Marin. Agora por favor, a CBF não é carioca, paulista, gaúcha ou lá o que seja. Essa é uma discussão que não contribui para o engrandecimento do futebol brasileiro. Já existe um grupo insatisfeito com o predomínio dos paulistas no poder da entidade futebolística. Não importa que seja paulista, mineiro, baiano ou lá o que for. Se o imbecil e estúpido sentimento de bairrismo dominar a discussão em torno da futura sucessão da entidade, o futebol brasileiro estará reduzido ao amadorismo por completo. Essa é a minha opinião.
Contato: detudoumpoucominhaopiniao@yahoo.com.br
Comentário(s)
6 Comentário(s)

6 comentários :

  1. Bom dia querido PC,

    Não gosto de Futebol e das tricas dele, muito menos, mas elas são reais, em todo o mundo.

    Li seu texto, e achei piada a algumas frases utilizadas, tais como: "Se o imbecil e estúpido sentimento de bairrismo...".
    É, o bairrismo para mim é provincianismo, que é pior.

    Lhe desejo uma boa semana, com tempo para ser feliz, viver.

    Beijos de luz.

    ResponderExcluir
  2. Oi Paulo,

    Bom dia! Entendo pouco de futebol, mas percebo que como um grande negócio, sempre haverá espaço para interesses políticos. Logo, a substituição para mim é só troca de seis por meia dúzia. Ë só a minha opinião.

    Beijos.

    LU

    ResponderExcluir
  3. Muito se falou sobre ele. E mal!!! Concordo com você, não se pode olhar com sentimento bairrista. A final, trata-se de futebol em amplo aspecto. Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Olá PCzão!
    Hahahahahahahhahahaha quero ver agora a cara do Andrés Sanches quando perceber que vendeu a alma pro diabo errado, hahahahahahahhahahahahahaha.
    Foi tarde esse teixeira!

    ResponderExcluir
  5. Grande Paulo, que notícia prazerosa, mas não devemos comemorar antes do tempo, o seu sucessor é outro cara muito suspeito, e com certeza será outra pedra no sapato. Fico impressionado como um sujeito torpe desses consegue se segurar num cargo tão alto e roubando durante tanto tempo, por que só depois de 23 anos ele caiu? Será que a população brasileira e a justiça não sabiam dos negócios fraudulentos mantidos por esse bandido? Claro que sim, mas vivemos numa sociedade onde a Justiça sempre fez vistas grossas para que tem dinheiro e poder. Esse rato conseguiu amealhar um patrimônio absurdo e incompatível com a renda mensal dentro da CBF. E no final de tudo, ele fez o mesmo que o personagem de Reginaldo Farias fez na novela global, Vale Tudo, fugiu para o exterior num avião com uma pasta cheia de dólares e dando uma banana pro povão brasileiro, kkk.

    Abração pra ti.

    ResponderExcluir
  6. Olá, amigo Paulo César!
    Ricardo Teixeira agiu como um político denunciado por corrupção: negou tudo, fugiu da imprensa e das explicações, pediu licença do cargo para sair da berlinda e, como esse recurso não funcionara, renunciou.
    Eu não acredito em sua inocência.
    Talvez agora se estabeleça comunicação entre os envolvidos na organização da Copa, pois dizem que a Dilma não falava com o Ricardo Teixeira e estava de relações cortadas com o presidente da FIFA, Josef Blatter.
    Eu não me animo com a saída do presidente da CBF, pois quem vai comendar é sua panelinha, mas temos que ser otimistas.

    Parabéns pela matéria!

    Abraços do amigo!

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100