segunda-feira, 12 de março de 2012

Bruno e a nova versão para o caso Eliza Samúdio

Foto: Folha.com
Informações do repórter Paulo Peixoto do jornal Folha de S.Paulo, revelam que o ex-goleiro do Flamengo, Bruno, dirá na Justiça, que Eliza Samúdio está morta e que o mandante do crime é seu ex-secretário, Luiz Henrique Romão; o "Macarrão", que também está preso, acusado como um dos envolvidos nesse caso. Segundo o advogado de Bruno, Rui Caldas Pimenta, essa será a nova versão que o goleiro sustentará. Esse é um caso extremamente complexo; começando pelo número de envolvidos, mais de oito pessoas e o desaparecimento de Eliza. Até hoje, ela, que teve um filho com o goleiro, não foi encontrada. Desde junho de 2010 que Eliza está desaparecida. Até aqui, muitas perguntas e poucas respostas. Mas uma pergunta não quer calar: se o Bruno tinha ciência que o mandante do crime era o seu amigo e ex-funcionário, "Macarrão", então porque, só agora resolveu dizer? Ou será que só agora ele ficou sabendo e resolveu falar? Pode ser também, que tudo não passe, de uma boa estratégia, e porque não dizer, com a própria concordância do Luiz Henrique Romão, o "Macarrão", para que de tal modo, ele seja culpado e condenado e o Bruno inocentado. Na verdade, essas suposições aqui ventiladas nos colocam mais dúvidas que esclarecimentos. Pelo menos uma convicção, eu tenho: Bruno, que caminhava para ser considerado um dos melhores goleiros do mundo, quiçá, o melhor, jogou toda sua carreira no lixo; carreira, que tinha tudo para ser bem-sucedida. Essa é a minha opinião.
Contato: detudoumpoucominhaopiniao@yahoo.com.br
Comentário(s)
5 Comentário(s)

5 comentários :

  1. Amigo PauloPC, falaste tudo em poucas palavras.
    Infelizmente, no caso desta criatura,alguem vai ser o culpado,é assim que funciona ou não?.
    Bom in´cio de semana para ti com muita paz.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  2. É mais uma mulher que imaginou (com certeza) dar o golpe do baú e entrou bem na história das "marias chuteiras"... Sabe Paulo César, concordo com suas colocações, mas não acredito em uma solução plausível... Na realidade todos fazem parte de uma corja de sanguessugas que se deram mal!Agora, também sou contra ficar sustentando-os... Há tanta terra improdutiva agricultável; tanta falta de moradia... Eles dariam ótimas mãos-de-obras.
    [ ] Célia.

    ResponderExcluir
  3. O maior culpado é o Bruno, ele podia ter resolvido tudo de outra forma "como um homem"...Veja o Neymar, novinho, não se assustou, logo declarou que seria pai e assumiu, está orgulhoso, gente de caráter faz assim.
    Esse caso me enoja, tem muita gente envolvida nisso, uma grande patifaria; ELES NÃO SÃO DO BEM.
    Beijo/ Mery*

    ResponderExcluir
  4. Finalizou muito bem, Pc! De qualquer forma, Bruno trocou uma carreira promissora por problemas sérios com a justiça! A que preço! Um abraço!

    ResponderExcluir
  5. Cada advogado escolhe a versão que mais pode auxiliar seu cliente. Até agora, passado tanto tempo, não se chegou à verdade, cabalmente demonstrada. Versões são trocadas, advogados são trocados... e nada do corpo, que a mãe anseia por enterrar dignamente. Bjs.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100