terça-feira, 24 de setembro de 2013

Dilma sobre espionagem dos Estados Unidos no Brasil

Imaginem os Estados Unidos sofrendo com a espionagem como sofreu o Brasil. Qual seria a reação do presidente Barack Obama? Reagiria ele diferente do modo como o Brasil vem reagindo? É evidente que sim. Embora a reação brasileira na figura de sua presidente esteja distante daquela que teria os Estados Unidos na pessoa de seu presidente e daquilo que deseja o cidadão brasileiro nesse episódio, devo, ainda assim, parabenizá-la por ter escolhido o momento exato e o lugar certo para tornar público o seu repúdio em relação as ações de espionagem que o país sofreu por parte dos Estados Unidos. Perante àqueles que representam a ONU (Organização das Nações Unidas), em Nova York, a nossa presidente deixou bastante explicita a sua indignação com o fato ocorrido e não se curvou diante do influente poder dos Estados Unidos no mundo para se esconder de sua responsabilidade de chefe maior de sua nação. Por tanto, nesse sentido, Dilma merece o meu reconhecimento pela maneira como colocou a visão do país nessa questão e da forma como a fez. Ainda assim, quero dizer para a nossa presidente o seguinte: a sua reação com o ato de espionagem cometido pelos Estados Unidos contra o Brasil pode ser maior que essa que a senhora teve. Vários são os interesses comerciais daquele país aqui. Se a presidente quiser, embora creio que não vá fazer, poderia criar uma série de embargos para empresas dos Estados Unidos terem dificuldades de atuarem em nosso país. Se mexesse no bolso dos americanos, pode acreditar, o senhor Obama se retrataria prontamente sobre o caso de espionagem ocorrido e não ignoraria o fato. Exatamente Ignorar; foi aquilo que ele fez após a presidente Dilma Rousseff discursar a respeito do assunto na abertura da 68ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas. Essa é a minha opinião.
Comentário(s)
5 Comentário(s)

5 comentários :

  1. Oi, Pc. Ele pode ter ignorado (sabiamente para não levar a discussão adiante), e embora não seja muito a favor de alguns programas do governo Dilma, confesso que achei sua postura e manifestação, acertada. Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Apesar de... tudo isso mostrar nossa total insegurança e primariedade também na tecnologia virtual, de certa forma foi um aviso... aplaudo a atitude da nossa presidente, mas que ela não se fixe apenas nas palavras como combate à soberania dos EUA, mas que tome providências atualizadas de proteção à nossa liberdade de trânsito via internet.
    [ ] Célia.

    ResponderExcluir
  3. Eu concordo com sua opinião meu amigo, e até vou além, acho que o Brasil deveria ser mais rigido com americanos que adentrassem nosso país e até (como eles fazem), não deixar que alguns entrem aqui.

    ResponderExcluir
  4. Penso que a Presidente fez muito bem e que se acrescentasse o embargo aqui sugerido faria ainda melhor, já que para os EUA só os interesses importam.

    Saudações cordiais idas de Portugal

    ResponderExcluir
  5. Somos espionados desde sempre.Dilma teve seus minutinhos de 'fama' lá na ONU...Obama deveria estar até dormindo no momento em que ela estava discursando..O mundo é espionado 24hs..Não há privacidade,não há..

    Beijão,PC!Dani.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100