terça-feira, 21 de junho de 2011

Os números da miséria no Brasil

Pode um cidadão viver com 70 ou R$ 39 por mês? A dura, triste e cruel realidade nos mostra que sim. 10,5 Milhões de brasileiros têm renda somente de R$ 39 por pessoa. Esse levantamento foi publicado pelo jornal O Estado de S.Paulo, que se baseou no censo de 2010, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essa gente vive dentro de uma condição abaixo da linha de pobreza, ou seja, miséria. Outra parte desse grupo, cerca de 8,5% da população do País, ou 16,2 milhões, sobrevivem com renda familiar entre R$ 1 e R$ 70 por mês. Segundo o jornal, proporcionalmente, o Maranhão é o Estado com maior número de miseráveis do Brasil, 25,7% de sua população. No entanto, a Bahia é o Estado com o maior número absoluto de miseráveis, 2,4 milhões, ou 14,8% da população extremamente pobre. Os miseráveis são 17,7% dos habitantes do Estado. Os dados também revelam que, Pará, Maranhão, Ceará, Pernambuco, Bahia e São Paulo, têm juntos, como informa o jornal, 9,4 milhões de miseráveis, 58% do total. O governo federal considera em situação miserável pessoas que sobrevivem com rendimento abaixo de R$ 70 mensais. Por tanto meus amigos, esses números nos mostram que ainda há muito por fazer para vencer a miséria nesse pais. Acreditem vocês, já foi bem pior, mais ainda ta bem longe daquilo que poderíamos entender como aceitável, se é que se pode, por menor que seja, aceitar a miséria.
Fonte: Jornal Estado de S.Paulo
Comentário(s)
4 Comentário(s)

4 comentários :

  1. A miseria! Detesto miseria! São trabalhadores a não ganhar quase e são os que trabalham mais! Não gosto nada disso! Abraço!

    ResponderExcluir
  2. A verdade Paulo é que, mesmo com todo os avanços em nosso país, o Brasil ainda é considerado um país pobre e de grande maioria de miseráveis e que se não fosse tanta canalhice e roubalheira desses malditos políticos, essa situação já teria sido sanada. Impressionante esses números, é triste isso. Ótima matéria, parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Muitas pessoas tem muitas necessidades, mas a pior é a fome, falta de alimentos e não tem nada pra se alimentar, muitas famílias ficam desnutridas por não ter condições de ter uma boa alimentação, o Brasil é um país rico em plantações de alimentos então, porque isso acontece? Por que famílias não tem onde morar e o que comer?
    O Brasil é um país com muita natureza e diversidade, que muitos países não tem.
    Dificil entender né!

    Saudades Paulo
    Tudo de melhor pra vc viu!
    beijosss

    ResponderExcluir
  4. Oi Paulo, meu amigo!
    Novamente te digo, que blog maravilhoso o seu!

    Triste realidade, amigo! Por isso o brasileiro é considerado um cara criativo, um povo que jamais desisti. E tem como? Com r$ 39,00 por mês na verdade, tudo que se pensa é em desistir. terrível.

    Abração meu amigo!

    Humoremconto
    http;//anaceciliaromeu.blogspot.com

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100