segunda-feira, 4 de julho de 2011

Campanha do desarmamento

O governo tem como meta tirar de circulação até o final do ano, 80 mil armas. Já foram entregues mais da metade do que era esperado pelas autoridades, 52 mil unidades até aqui. Dos artefatos devolvidos até aqui, 80% é de fabricação nacional. O líder do ranking é o revólver calibre 38. Louvo a campanha, a iniciativa e a ideia de desarmar a população. Sinceramente, não vamos nos iludir achando que a diminuição dos índices de criminalidade e violência passará única e exclusivamente por desarmar a população, porque não é verdade. A população faz sua parte, se conscientizando com a importância dessa iniciativa e do objetivo desse ato ao entregarem suas armas. E os criminosos, esses, quem é que vai desarmar? Certamente não entregarão suas armas de maneira espontânea em incentivo a campanha. Desculpem a ironia com um assunto tão sério, mais a violência no Brasil no campo da criminalidade passa muito longe do simples objetivo de desarmar a população. Contribui, é bem verdade, mais não resolve. Não me entendam mal por favor, sou inteiramente favorável a ela. Absolutamente a favor. Na minha opinião, arma é ferramenta de profissionais da segurança pública e privada. O cidadão não tem o dever e nem a obrigação de andar armado, aliais ninguém, exceto profissionais dessa área. Não condeno quem possui uma arma, evidentemente dentro da legalidade, por outro lado, reconheço que assim acontece pelo fato do cidadão se sentir desprotegido pelo Estado. Quando me refiro a Estado, entendam país, que não lhe concede uma segurança razoável e aceitável, dentro de uma normalidade, oque de fato não é. Eu já disse essa frase em outras publicações e aqui volto a repetir, não adianta querer enfrentar o problema enquanto não se combater a causa. Essa é a minha opinião
Comentário(s)
10 Comentário(s)

10 comentários :

  1. não sou a favor do desarmamento
    Como vc disse o Estado não nos dá uma boa segurança e as armas q devolvemos poderiam salvar nossas vidas um dia
    Se o governo fosse merecedor de credito eu seria a favor mas como não é, eu defendo o porte de armas
    Abç PC

    http://falandosobreall.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. BOM DIA COMPANHEIRO PC, CONCORDO COM SUAS PALAVRAS, A INICIATIVA É MUITO BOA, POR OUTRO A INSEGURANÇA É MUITO GRANDE NO PAÍS....

    ResponderExcluir
  3. Eis um assunto polêmico, por um lado uma arma não nos protegerá da violência, mas por outro lado, pode, em alguns momentos, nos livrar de uma iminente situação de risco, principalmente em nossos lares, mas vem outra questão, quem tem total segurança em portar uma arma? Já pensei em legalizar uma arma, mas penso muito em um acidente em casa.

    Abração Paulo.

    ResponderExcluir
  4. Então..é complicado o tema.Cada um sabe de si..ou..não,né?Eu tenho porte de arma há 3 anos,porque meu pai me obrigou por questões pessoais a ter uma,mas,nem a uso mais.Eu andava com ela,mas me incomodava de uma forma louca,sabia que nunca teria coragem de usá-la seja qual fosse a situação.Nunca me sentir protegida com ela,pelo contrário,me sentia uma ameaça ambulante.Sinceramente,acho que não estamos preparados para ter uma arma(nem o policial está).Tudo é uma questão de bom senso,se é algo inevitável,fazer o quê?Assumamos a consequências.
    Legal,de férias da facu e comentando aqui..Beijão PC!Uma linda segunda pra ti.Dani.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom este blog, parabéns, era o que eu estava procurando: informações, assuntos bastante polêmicos...enfim, vou seguir.
    Ah, adoro ouvir rádio, é o melhor meio para nos mantermos informados.
    Se puderes, visite-me, sou do Rio de Janeiro, ontem o meu post foi sobre a violência da minha cidade, sou professora e trabalho na comunidade mais violenta do Rio/ Mery

    ResponderExcluir
  6. Acho que isto do desarmamento é bom e é mau ao mesmo tempo! Porque com o desarmamento há menos hipoteses de roubo entre população, mas também as pessoas têm menos hipoteseses de se proteger!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Eu sou contra o desarmamento e até votei contra isso.
    Não resolverá em nada a situação porque o bandido não vai entregar a arma dele e sabendo que ninguém possui uma arma, ficará mais motivado ainda em invadir as casas e fazer reféns..o número de pessoas que morrem por uma arma de casa é bem menor do que o tanto de pessoas que morrem ou sofrem nas mãos de bandidos armados.

    Acidentes com, crianças que pegam as armas dos pais é porque os pais não souberam esconder das crianças. Meu tio foi da polícia e sempre teve arma em casa mas nunca que os filhos dele brincaram com isso..um quando cresceu até seguiu a carreira de policial.

    bjs
    http://www.empadinhafrita.blogpsot.com

    ResponderExcluir
  8. Concordo, plenamente, com você. Nós, cidadãos que não temos qualquer treinamento sobre uso de armas, só poderíamos aumentar nossos riscos ao tentar usá-las. Mas esse não é o cerne da questão, quando se fala em redução da criminalidade.

    ResponderExcluir
  9. Oi Paulo!
    É..tem personagens que é dificil incorporar..já ouvi gente que faz cosplay e que também faz aula de teatro..tem alguns que são sensacionais mas eu particularmente gosto daqueles que interpretam os personagens de forma cômica. Eles conseguem satirizar os personagens que gostam de uma forma muito inteligente e divertida!
    Um grande abraço e tenha uma excelente semana!

    bjs
    http://www.empadinhafrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Difícil opinar sobre um assunto tão polêmico, não?... Mas acho que ainda opto, como vc, pelo desarmamento... Uma arma sempre é um risco, independentemente de qualquer coisa... Talvez estejamos errados, mas só o tempo vai dizer!

    Um abraço e uma ótima semana!

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100