terça-feira, 5 de julho de 2011

Educação e saúde na gerência doque é público e privado

Houve um tempo no Brasil, distante das condições ideais que tem ou deveriam ter para funcionar de maneira que atenda as nossas necessidades nos dias atuais, uma saúde pública que nos atendia de maneira satisfatória e uma escola também pública de qualidade e com professores altamente preparados e qualificados no trato com a educação. Oque ouve com aquilo que é público no bem servir a população? Aqui eu selecionei dois setores públicos importantes e indispensáveis a sociedade, educação e saúde. Selecionei esses dois por estarem entre os mais criticados. Elas funcionavam, ainda que sem os avanços em descobertas, novas ferramentas, tecnologia e afins que temos hoje e agora não mais? No presente com todo progresso que se tem, são falhas, questionáveis e até porque não dizer, calamitosas. Hoje oque funciona de maneira satisfatória nessas especialidades é gerido pelo setor privado. Pergunto eu a vocês, oque seria das escolas particulares e até mesmo de outras instituições de ensino também particulares se tivéssemos uma escola pública que atendesse a todas as necessidades que o bom ensino exige? Como sobreviveria os grandes planos de saúde e os hospitais particulares se tudo que desejamos na saúde pública fosse nos atendida de maneira que súplice as nossas carências? É ou não é, uma boa reflexão a se fazer? Será que não há interesse em investir na educação pública para que o ensino privado seja cada vez mais fortalecido? O mesmo questionamento faço em relação à saúde pública. Será que ter uma saúde nesse sentido que atenda a todos não é bem-vinda para a sobrevivência da saúde particular? Enfim, são perguntas que faço e reflexões que deixo. Como perguntar não ofende, eis as minhas indagações.
Comentário(s)
8 Comentário(s)

8 comentários :

  1. Fala PC,
    Pois é meu caro, já foi melhor sim. Tá certo que a população aumentou muito nas últimas décadas, e o problema que a Educação e Saúde não evolui. Pelo contrário, a qualidade ensino está deteriorada, assim como a saúde.
    Fazer o que? Há saídas, porém, os políticos não estão se importando com isso. FATO!
    Um abraço e um ótimo dia pra ti.

    ResponderExcluir
  2. Eu sempre me pergunto a mesma coisa...
    "Educação e Saúde" não são prioridade para os políticos que estão aí...
    Para onde vai a verba que seria destinada à conservação das Escolas Públicas,à melhoria dos hospitais, melhoria dos salários dos professores e médicos que trabalham na Rede Pública, enfim...é melhor anestesiar o povo com bolsas família pra garantir o voto e dizer que estão acabando com a pobreza...
    Triste viver num País sem um Governo sério!
    Abraços,desculpe o desabafo meio tosco, eu odeio escrever sobre política.

    ResponderExcluir
  3. Olá PC,

    Infelizmente acabamos ficando acomodados, muitas vezes reclamanos e vemos os defeitos, mas não fazemos por onde mudar. Enquanto eucação conheci as duas realidades, estudei num dos melhores colégios do Recife em grande parte da minha vida e num público no meu ensino médio, a disparidade é monstruosa. A tendência é continuar assim pois grande parte dos políticos apenas maquiam com poucas melhorias para que a população pense que fez muito enqunto na verdade fez apenas aquilo é obrigação.

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  4. Eu acho que a Educação e a Saúde são a prioridade dos politicos! Acredito que seja dificil educar e manter a população saudavel quando a população é muita, mas eles é que precebem dessas coisas!Eles têm de arranjar maneiras de educar e manter as pessoas saudáveis, e enquanto isso não estiver bem assimilado não podem fazer coisas que não lembra a ninguem!!!!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. É o seguinte PC,no Brasil tudo é uma máfia.Os que deveriam cuidar de nossos problemas,na verdade,não cuida.Tudo é um jogo de interesses para beneficiar a elite e deixar o povo em condições difíceis.Imagina,ter uma educação e uma saúde de qualidade no Brasil?Não pode,jamais..o que eles vão prometer para as próximas eleições?E o suborno que eles levam por fora dos empresários do ramo da saúde e da educação?Mesma coisa acontece com a violência,não há um mínimo interesse por parte dos governantes em dar um basta nisso,pois é gancho para as promíscuas promessas de campanhas..Enfim..é tudo uma corja,tudo farinha do mesmo saco.Fingem e muito mal que defendem os interesses do povo,mas,na verdade(crua e cruel),não estão nem aí,mas nem aí mesmo.

    ResponderExcluir
  6. Olá Paulo,
    Falando em reflexão, que tal você conhecer o meu recanto? Diz respeito a outro tipo de reflexão.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  7. no brasil dao mais importancia para futebol do que para outros setores. Somos um dos paises que mais paga impostos do mundo, e o que temos de retorno? Nada. Nem saude, nem segunrança nem educação.

    Infelizmente estamos mais preocupados em fazer estadios para copa do mundo com qualuqer outra coisa.

    Cada povo tem o governo q merece. E se temos essas merdas ai, somos nos os culpados.

    Abss

    ResponderExcluir
  8. Para saber o que o Brasil realmente necessita em termos de educação e saúde (temas que abordou), basta ouvir os candidatos em época de eleição. Conhecer os problemas não é a dificuldade deles, mas, infelizmente, ver a adoção das medidas requeridas fica no sonho do povo.

    Abraços

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100