sábado, 9 de julho de 2011

Morreu no Rio de Janeiro, Billy Blanco, um dos maiores nomes da Bossa Nova

 Faleceu na manhã da sexta-feira (08/07) no Rio de Janeiro aos 87 anos no Hospital Pan Americano, no bairro da Tijuca, zona Norte da capital Fluminense, William Blanco Trindade, o Billy Blanco. Um dos maiores compositores e precursores da Bossa Nova, gênero musical que ajudou a divulgar o Brasil para o mundo. É bem verdade que num pais sem memória e nenhum respeito aos grandes nomes que ajudaram escrever páginas preciosas da nossa música, muitos certamente poderão até nem saber de quem estou falando, oque de certa forma também é muito compreensível, já que infelizmente, o Brasil não contribui com a preservação e a divulgação, principalmente para os mais novos, de nomes que foram importantes na história desse país nos mais diferentes seguimentos, entre eles, a música. Eu, no alto dos meus 39 anos de idade não sou da geração Bossa Nova, da qual fez parte Billy Blanco, mais sempre fui um curioso, para não dizer estudioso, seja em que assunto for. Talvez esse meu fascínio por comunicação me tenha facilitado e possibilitado essa vontade pelo saber. Sempre procurei e procuro cercar-me de tudo quanto é informação para que de alguma maneira, mesmo não tendo vivenciado, participado de uma época importante, um momento marcante ou um fato histórico, que ao menos eu possa ter informação. E acreditem vocês, informação é tudo. É justamente informação, que me dá as necessárias condições para falar de um nome de considerada importância na história da MPB, o nome de Billy Blanco. Eu tive a felicidade dentro das muitas coisas que o rádio me proporcionou, de entrevistar Billy Blanco num programa que eu apresentava a uns anos atrás. Foi uma gostosa e agradável experiência, que me rendeu um grande aprendizado. Foi um papo maravilhoso entre um veterano artista e um jovem locutor. Billy Blanco foi um dos baluartes da Bossa Nova, gênero musical que levou a nossa música para o mundo. Muitos foram os nomes da época que cantaram as músicas dele. Nomes como, Elis Regina, João Gilberto, Os Cariocas, Hebe Camargo, Dick Farney, entre outros. Billy teve entre os seus maiores parceiros, Baden Powell, Tom Jobim e João Gilberto. Nascido em Belém do Pará, em 1924, decidiu estudar arquitetura em São Paulo, em 1946, onde iniciou sua carreira de compositor. Depois mudou-se para o Rio de Janeiro. Na cidade maravilhosa sua carreira ganharia impulso e Billy Blanco se consagraria entre os maiores compositores da Bossa Nova. Costumo dizer que a música é o retrato vivo de um sentimento. Certamente Billy Blanco retratou muitos sentimentos.

Foto: Jornal do Brasil
Comentário(s)
5 Comentário(s)

5 comentários :

  1. Sabemos que é a lei natural da vida:a morte.Mas,é muito lamentável sabermos que tantas pessoas talentosas,cantores,compositores,atores,escritores,enfim..pessoas úteis a nossa sociedade,que fazem coisas belíssimas já não se encontram mais em nosso meio.Quantos gênios já se foram.Infelizmente,hoje e dia o que temos é algo tão sem vergonha.Tudo muito artificial,sem conteúdo.Mas,se vai os gênios,fica a obra,pelo menos isso.Confesso,que não conhecia esse expoente musical,apesar de gostar de bossa nova,não o conhecia,nunca tinha ouvido falar,na verdade,isso é muito ruim,porque mostra como o artista no sentido literal da palavra é esquecido nesse Brasil,coisa que não acontece em países como EUA,que valorizam seus talentos.Enfim,pelo menos através desse informativo espaço,fiquei sabendo que ele foi muito importante para a contribuição cultural do Brasil,ainda mais,representando a bossa nova.Parabéns a tudo que ele fez de bom para música brasileira e que descanse em paz nos braços do Senhor.
    PC,um lindo sábado para ti.Beijão.Dani.

    ResponderExcluir
  2. Que vergonha, nunca tinha ouvido falar dele, pena só agora depois de sua morte.
    Que seu trabalho permaneca, já que pelo jeito devia ser bom, só feras cantaram suas músicas. E que privilégio o seu em ter feito a entrevista.

    Um abraco!

    ResponderExcluir
  3. Olá PC,
    Grande nome da música brasileira. O tempo é cruel e levam as pessoas num simples estalar de dedos. O importante é que a obra dele está registrada para sempre e torcemos para que o público não se esqueça desse grande cara da música.
    Um abraço e ótimo final de semana.

    ResponderExcluir
  4. Oi, amigo querido, eu também não conhecia essa figura, o Brasil esquece dos ídolos do passado.
    Teu blog é um barato, a gente fica ligada, sabendo das coisas...
    Eu não sei como pegar o selo, depois me ensina e te agradeço por tudo,pela consideração, nem mereço, juro.Beijos carinhosos da Mery

    ResponderExcluir
  5. Olá meu querido, eu tb não conhecia o compositor. Mas a sua postagem acabou aguçando a minha curiosidade é eu fui procurar saber de quem se tratava. Engraçado que eu já conhecia algumas musicas, só não sabia que era dele.
    Meu anjo,desculpe a minha ausencia, eu estou meio adoentada é não estou podendo estar no meu cantinho. Assim que melhorar estarei fazendo as visitinhas no cantinho dos meus amigos é deixando meu carinho.
    Beijos querido é fique com deus.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100