segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) já está valendo

Imagem/Reprodução-SRZD
Já está valendo o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), internet com velocidade de um megabit por segundo, a preço popular no valor de R$ 35 por mês. Os acordos que foram firmados pelas empresas Oi, Telefônica, Algar Telecom e Sercomtel estão vigorando desde sábado (01°/10). Consumidores de 344 cidades brasileiras poderão contratar pacotes de internet com velocidade de um megabit por segundo. O Ministério das Comunicações acredita que será possível até o final do ano, 544 municípios brasileiros terem acesso ao pacote popular de internet. Até 2014, todos os municípios brasileiros serão contemplados pelo serviço. Conforme os Termos de Compromisso assinados pelas quatro concessionárias, não poderá haver venda casada, ou seja, a empresa não poderá obrigar o consumidor a comprar outro produto além da conexão à internet. Onde a venda de internet fixa por R$ 35 não for viável, a operadora poderá vender banda larga móvel pelo mesmo valor mensal. Eu espero que na prática essa medida possa funcionar aos contentos e que seja o início definitivo da popularização da internet no Brasil, fato que ainda está restrito a uma minoria, muito embora o número de acessos à internet no Brasil venha crescendo em larga escala. No início acredito que haverá algumas dificuldades até à consolidação dessa implantação. No entanto, passando essa fase, à tendência é um aumento de acesso gigantesco à internet no país. Lembrando que o Brasil tem uma internet com um valor absurdamente elevado, além de uma qualidade muito longe do satisfatório.
 Publicação relacionada
Comentário(s)
10 Comentário(s)

10 comentários :

  1. Vamos ver se vai beneficiar realmente o povo.Eu tenho uma pulguinha atrás da orelha em relação a todos esses programas populares que o governo cria,pois nenhum funciona bem e há sempre alguém se beneficiando demasiadamente.Onde a OI está,algo não deve prestar..espero que eu esteja enganadíssima,e que esse plano"popular"obtenha êxito(ou algo perto disso),é ver pra crer.
    Beijão,PC!Uma linda segunda para ti.Dani.

    ResponderExcluir
  2. Olá..

    Obrigada pela visita lá no meu cantinho. Portas abertas sempre!!

    Olha..em se tratando do Brasil...é esperar pra ver..ver e CRER!!

    Um bj..

    ResponderExcluir
  3. Tenho uma certa dificuldade para crer e aplaudir, antecipadamente. E ainda considero outras prioridades, antes da internet. Seu uso requer a posse de um computador, cujos preços não o tornam acessível a todos.
    Geralmente, crianças e jovens fazem mal uso dela. Pensam que só serve para distração, quando as brincadeiras poderiam ser mais saudáveis longe da telinha. E ainda a aproveitam para copiar trabalhos escolares.
    Enfim, vamos aguardar! (rss)

    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Paulo César, talvez com a competição melhore mais os preços e os serviços da banda larga porque as vigentes deixam muito a desejar tanto no serviço quanto nos preços.

    Tomara que não seja uma bolsa-net dos demagogos de plantão.

    Quero lhe agradecer pelo comentário inteligente e gentil no meu link.
    Saiba que também tenho muita admiração pelo seu trabalho.

    Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  5. A internet no Brasil tem um valor absurdo, e a qualidade deixa a desejar.Não acredito que haja essa mudança, mais vamos esperar pra ver.Desejo uma ótima semana, cheia de muitas energias positivas, muita paz e muita luz sempre na tua vida. Beijos grande!

    Smareis

    ResponderExcluir
  6. Oi PC!

    Ah será que isso realmente vai acontecer? Seria muito bom, na verdade seria perfeito! Internet de qualidade para todos...
    Ah poxa muitissimo obrigada por ter ido ver a minha entrevista no blog do Sandro e também pelo comentário que deixou!! Obrigada por sua presença sempre no meu blog e sempre atento ás minhas postagens! Já devem ter te dito antes mas tu é um blogueiro muito atencioso!
    bjs!

    ResponderExcluir
  7. Bah, bem que eu queria morar em alguma capital... No interior as coisas sempre chegam tarde. Muito bom seu artigo, PC. Conhecimento 100%!
    Abração

    ResponderExcluir
  8. Minha residencia fica em um bairro de sabara, que não tem cobertura da oi velox, mas em alguns bairros possui cobertura (exemplo centro). A mais ou menos 1 km de onde moro tem oi velox comercial, sera que atraves do PNBL vou ter acesso?

    ResponderExcluir
  9. Olá, eu pouco entendo de banda-larga,3g toda essa parafernália que move o mundo, mas com tenho interesse em aprender pois, sou usuária eo mundo mudou depois da internet,te faço uma pergunta é obrigatório a pessoa permanecer num plano por 12 meses com uma conexão que cai acada 15 minutos, desde o primeiro dia de uso, eainda pagar 89.00 mensais, por favor me explique, já reclamei a empresa eles pediram pra eu ligar o pc pra fazer os ajustes, bom aguardo sua resposta.bom dia

    ResponderExcluir
  10. Olha, a grande realidade é que o governo não fiscaliza os muitos abusos que as operadoras de internet, entre outras cometem com os consumidores desse país. Uma dica, Procure o procon de sua cidade para receber orientações a respeito. Assim ficará melhor embasado para brigar pelos seus direitos. O Procon tem sido uma importante ferramenta nesse sentido. Pode acreditar. Grande abraço.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100