sábado, 5 de novembro de 2011

Briguinha entre irmãos famosos nunca rendeu tanto

Foto: Contigo
O que uma briguinha de irmãos não causa, hein! No caso dos irmãos Zezé di Camargo & Luciano pode causar muita coisa, e vantajosa, diga-se de passagem. Depois de uma discussão entre os dois, momentos antes de um Show na capital paranaense, na semana passada, a dupla teve a parceria de 20 anos abalada. Depois de abrir o Show só, sem a presença do irmão Luciano, Zezé, assim como o público presente, surpreenderam-se, quando Luciano ao entrar no palco, tempos depois, anunciar que só cantaria com o irmão Zezé, até o fim dos compromissos agendados. A briga entre os irmãos que formam uma das mais bem-sucedidas duplas sertanejas do país, ganhou destaque nos mais diversos noticiários. Todos repercutiram nos seus espaços, o possível fim da dupla, acompanhada das declarações de Luciano. Alardeando mais ainda, o nome dos irmãos na grande mídia, eis que um problema de saúde, levou Luciano a ser internado em Curitiba. Depois de toda comoção da mídia, movida pela expectativa dos fãs da dupla sertaneja, enfim veio a grande declaração, foi só uma briguinha entre irmãos, a dupla não vai acabar. Resumo da ópera: a dupla ganhou ainda mais, uma grande exposição de mídia e se saiu fortalecida do episódio. O fato negativo da briga entre os irmãos, teve o seu lado positivo. O resultado está nas várias aparições em programas de TV, que a dupla participa, e entre outros assuntos, a tal briguinha é o tema principal. É óbvio, a meu ver, que abriga não foi proposital, com o intuito de lograr êxito num retorno de mídia. Eles não precisam desse tipo de artifício. Mas, que teve o seu lado positivo, não resta menor dúvida. Isso é o que eu chamaria de uma boa briga. E bota boa nisso!
Comentário(s)
5 Comentário(s)

5 comentários :

  1. Acho q o pior dessa briga foi a comoção na qual vários artistas q perderam o irmão ficaram, muitos chegando a pedir na TV q a dupla voltasse.
    Abraço PC

    ResponderExcluir
  2. Paulo César, ao assistir a entrevista deles no Jô, eu tive a impressão de que a relação deles já está deveras desgastada e que, talvez, tenha havido essa trégua (por parte do Luciano) por causa da repercussão do caso e a insistência do Zezé; posso está enganado, tomara, pois sou fã do trabalho da dupla.

    Bom e bem produzido artigo!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Paulo, tudo bem meu amigo?
    Para complicar ainda mais, na entrevista ao Jô Soares, o Luciano assumiu que toma "Rivotril", um remédio calmante, anti-convulsivo, usado também no tratamento de esquizofrenia, bem... aí fica difícil, ..., eu não queria ser assessor de comunicação dessa dupla! rsrs

    Grande beijo e ótimo fim de semana!
    Excelente abordagem!

    ResponderExcluir
  4. Situação complicadíssima quando intimidade vem a público! Cada um tem sua interpretação... Simplesmente, para mim, ridícula. Afinal, com eles ou sem, minha vida não se altera; aliás, a de todos nós, não é mesmo? E, parar todos iremos... um dia...
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  5. Sinceramente, é fricote. Quando ver isso depois de um tempo estão aos bjs e abraços, resultado vão voltar fazendo mais sucesso e lançando Os Dois Filhos de Francisco parte II.

    Grande abraço

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100