quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Ex-goleiro Bruno e a nova vida atrás das celas

Bruno Fernandes, ou simplesmente Bruno, ex-goleiro do Flamengo, é o maior exemplo de como alguém pode estragar sua própria vida e jogar tudo que conquistou pela janela. Da vida glamorosa que levava, da condição de um dos maiores salários do futebol brasileiro, até chegar no que hoje é, um presidiário, ainda não condenado pela justiça (falta ser julgado), mas, condenado pela sociedade e boa parte da opinião pública. Como sabemos, Bruno está preso por ser suspeito de ser o mandante da morte da ex-modelo Eliza Samudio, cujo corpo até hoje não apareceu. O ex-atleta trabalha como faxineiro na penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte desde junho deste ano. Recebe pelo serviço o valor de ¾ do salário mínimo e foi o próprio Bruno que pediu para trabalhar. A cada três dias trabalhados, ele tem o direito de abater um dia da pena pela morte da modelo no ano passado. Bruno foi preso em julho de 2010. Em dezembro do mesmo ano, a juíza Marixa Fabiane Rodrigues decidiu que todos os acusados pelo crime fossem a júri popular. Os advogados do ex-goleiro entraram pela segunda vez com o pedido de anulação do processo que o jogador responde. O pedido foi feito no STJ (Supremo Tribunal de Justiça) e a decisão deve sair em fevereiro de 2012. Esse rapaz jogou ao vento tudo aquilo que tanta gente luta para conseguir e na maioria das vezes não consegue, sequer, tem oportunidade para isso. Culpado ou inocente, não me cabe aqui julgar, mas sim, lamentar. Lamentar por uma oportunidade de brilhar na vida ser jogada fora. Foi isso que o Bruno fez com ele mesmo. E por fim, lamentar pela perda de uma vida tão jovem e de uma forma tão brutal, como no caso da jovem Eliza Samudio.
Comentário(s)
7 Comentário(s)

7 comentários :

  1. Bom dia PC,

    Não sei porquê, mas ele não é o primeiro, nem será o último jogador de futebol, a quem a fama e o dinheiro lhe "sobem" à cabeça.

    Lamento, profundamente a morte da ex-modelo, como a de todas as mulheres vítimas de assassinato.

    Beijos de luz.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Paulo... situações como essa vemos diariamente na mídia, em nossas famílias, em jovens que suicidam seus ideais de vida, simplesmente pela droga e sexo! Animalesco! Esse caso, então é terrível, pois toda a atitude dele, desde o uso que fez da "maria chuteira" (que se deu mal...), à negação do próprio filho, à mentiras deslavadas confessadas com a maior cara de pau, e agora busca a regeneração? Quando li essa notícia, como mãe, pensei o quanto a dele deve estar sofrida... vendo seu filho preso e, agora escravizado em um trabalho para tentar adquirir um pouco de dignidade! Ele que esteve no topo, agora, no underground da vida! Lamentável! E, notícias assim no ambiente de - jogadores - continuam: vandalismos em festinhas, estupros e afins... Seria o excesso de dinheiro? Seria a má formação moral e intelectual, seria o deslumbramento? Não sei... Acredito serem muitos os fatores... O julgamento não é nosso, mas a consciência do que está errado, essa é nossa sim.
    Belo post hoje, Paulo. Um debate muito bom!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  3. O caso Bruno ainda tem muita coisa escondida, é propina que juiza pede pra liberar, são provas que não existem, é corpo que não aparece, os cães que disseram ter comido a garota, morreram misteriosamente, sendo que não achou restos humanos no estomago dos cães, é sangue que não é sangue, é pai pedofilo e mãe que abandonou e agora aparece... virgi viu, eu suspeito de verdade que ele seja inocente, pode falar o que for, na mesma epoca em que o Bruno foi acusado disso tudo, dois jovens receberia a absolvisão de crime de estupro não cometeram, a vitima pra se vingar vingiu um esttupro e foram condenados e no mesmo caso deles não havia provas concretas, o caso Bruno é estranho mesmooooo... o tal amigo dele deve ter armado pra ele legal e ele por acreditar em amizade colorida se ferrou. Por isso que digo sempre segredo que se conta a outro não é mais segredo e o unico amigo da gente é dinheiro no bolso.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Eu também lamento;
    não por "ele, pois foi mau, muito mau com a moça, sem nenhuma piedade, se ela errou ele também; todos os envolvidos, inclusive a mulher dele, na época deveriam ser julgados sim, e condenados, trata-se de "uma vida, ou duas ** , penso que o filhinho dele correu perigo.>
    Crueldade!
    Ele não é inocente, e aqueles "amigos dele nem parecem humanos", pra essa gente só a prisão perpétua...enfim, não tenho pena dele, só "lamento por tudo que vc falou com relação à carreira dele(brilhante)!
    Existem muitas Elizas...Que pena!
    ABRAÇÃO PRA VOCÊ, FICA COM DEUS!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Paulo César!
    Sendo culpado ou não o Bruno realmente desperdiçou um futuro profissional promissor, talvez por causa das más companhias. Acredito que se ele pagasse cerca de cinco mil reais de pensão, não faria diferença em sua receita de aproximadamente quatrocentos mil reais mensais, segundo a mídia. Agora está com um passado sujo, um presente sofrido e um futuro incerto.
    Deveria ter pensado duas vezes em se envolver com essas pessoas. Um pouquinho de bom-senso o teria livrado disso.


    Parabéns pela maestria e imparcialidade do artigo.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Olá, Paulo Cesar, sabe o que me vem a cabeça, quando casos como o do Bruno aparecem? Que falta inteligência emocional para essas pessoas. Ultimamente tenho falado muito sobre esse assunto, com vários amigos. Acredito que seja por causa de todas as barbaridades que temos visto dia-a-dia.

    A questão é que as pessoas não têm conseguido lidar com as situações do cotidiano...

    O Bruno acabou se perdendo no meio do caminho. Ressalto que esse "se perdendo" nada tem a ver com religiosidade, até mesmo pq tenho nenhuma. Me refiro a questões emocionais mesmo...

    Bj JoicySorciere - Blog Umas e outras...

    ResponderExcluir
  7. Ouvimos a notícia na altura. Lamento pela vida da Jovem, mas lamento também pelos familiares do Bruno que devem estar sofrendo muito pelo desatino dele.
    Um abraço

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100