quarta-feira, 7 de março de 2012

Sírios fogem para o Líbano e atrocidades denunciadas

Por favor não queiram achar que abordar sobre assuntos ligados à violência, a guerra e a violação dos direitos humanos sejam temas apelativos, sensacionalistas ou demagogos; se assim pensarmos, estaremos resignadamente aceitando as barbaridades que se cometem mundo afora.
Esse blog não se omite e nem se omitirá em nenhum tema, seja ele agradável ou não, aos olhos de quem ler. Vejam as barbaridades que ocorrem em países como a Síria, por exemplo, onde milhares deles, têm cruzado a fronteira com o Líbano, segundo a ONU, em meio a relatos de que as forças de segurança do regime de Bashar al-Assad estariam cometendo atrocidades na conflagrada cidade de Homs. Só nos últimos dias, de acordo com estimativas da agência de refugiados das Nações Unidas, 2 mil pessoas teriam fugido da Síria rumo ao país vizinho. Se nós, que escrevemos em blogs, principalmente os que promovem o debate de ideias e pontos de vista, como faz esse espaço aqui, não gritarmos das nossas tribunas, ainda que virtuais sejam, engrossaremos a lista, que já é enorme, do exército dos omissos e acomodados, ou seja, daqueles que só conseguem enxergar o mundo a partir de seu quintal. Não podemos aceitar, como no relato à BBC de uma moradora do distrito de Baba Amr, um dos focos de conflito em Homs, que soldados haviam degolado seu filho de 12 anos. Até quando o mundo ou a ONU assistirá essas atrocidades e as aceitará? O mundo passa por uma grande transformação; isso é fato. Mas para que essa transformação seja em prol da humanidade, é necessário que antes, ela ocorra no homem. Embora uma transformação total seja quase impossível, que ela seja na maioria, para que assim possa surgir outros tantos que anseiem por liberdade, paz e justiça. Essa é a minha opinião.
Contato: detudoumpoucominhaopiniao@yahoo.com.br
Comentário(s)
3 Comentário(s)

3 comentários :

  1. Olá, Pc.

    Eu sou totalmente leiga no assunto e não poderia comentar tal barbaridade, por isso vou procurar ler a respeito... mas posso te dizer de ante mão que o mundo não deveria mais aceitar os ditadores.

    Beijinho, querido.

    ResponderExcluir
  2. Oi Paulo,

    Tudo bem? O meu blogue não estava atualizando as suas postagens e por isso não conseguia te acompanhar, mas já resolvi o problema.

    Quanto ao seu post, concordo pois se há a omissão, terminaremos responsáveis da mesma forma que aconteceu em Ruanda, fingindo que não existia genocídio.

    Excelente!

    Beijos.

    Lu

    ResponderExcluir
  3. São tantas as atrocidades e, com o bloqueio à atuação da imprensa, não conseguimos saber tudo que está acontecendo por lá. Quando vejo isso, assim como a falta de providências, penso no caminho que o mundo está a seguir. Bjs.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100