terça-feira, 10 de julho de 2012

Haja paciência

Você certamente em algum momento da vida já deve ter se deparado com aquele nocivo ataque de poluição sonora aos ouvidos. Alguém deve está se perguntando agora; de que ataque ele se refere? O ataque que sofremos e que advêm da mesma poluição sonora que falo, porém, com um agravante: essa é patrocinada pelos candidatos em suas campanhas eleitorais. Hoje senti isso na pele. Exausto e, já a caminho de casa, eis que de repente aparece um caminhão ao meu lado, com uma enorme pancada de som, invadindo meus ouvidos e anunciando o nome de um candidato a vereador. Tudo em alto e exagerado som. Confesso que naquele momento me vieram a mente, todos os palavrões que minha indignação e raiva me permitiriam dizer. Me segurei, respirei, o sinal abriu e, parti. Fiquei imaginando e analisando comigo mesmo: alguém precisa de tanto barulho para ser percebido pela população? É claro que não. Se esse candidato, assim como tantos outros fazem, comete agora essa falta de respeito com o cidadão nas ruas, imaginem quando esse mesmo candidato chegar ao poder. Existem coisas na vida que, por mais que as leis e a ética permitam, a moral proíbe. Essa é a minha opinião.
Comentário(s)
6 Comentário(s)

6 comentários :

  1. Ah! Meu amigo Paulo César! Agora é a vez deles "berrarem" para tentar depois a "teta" farta para robustecerem sua contas bancárias! Momento das promessas... dos tapinhas nas costas... dos cumprimentos festivos... As pessoas que gostaríamos de ver assumindo postos que politicamente nos representassem, infelizmente, não entram nessa! Há uma dignidade muito acima disso tudo. Nosso "grito" espero que seja digitado nas "urnas".
    [ ] Célia.

    ResponderExcluir
  2. Que coincidência, lá no trabalho, um carro de som passou a tarde toda rodando, pra lá e pra cá fazendo propaganda de um candidato a vereador, fiquei com os nervos á flor da pele, e esse desrespeito só acontece no Brasil ou países de 3º Mundo.

    Um abração.

    ResponderExcluir
  3. Paulo, querido amigo!
    Temos que ficar espertos para saber em quem votar, e com certeza isso é um indício de quem prestará um bom serviço público, não?
    Beijos e ótimos dias!

    ResponderExcluir
  4. Querido Paulo,

    Tudo bem? Também sou revoltada com a poluição das campanhas e penso que tenho direto em não querer ouvir comício. Enfim, estou contigo na indignação.

    Beijos.
    Lu

    ResponderExcluir
  5. Oi, Pc! De agora em diante começa o circo: episódios seguidos de desrespeito para com o ser humano, a começar por essas campanhas invasivas, seguidas de trocas de acusações em vez de apresentação de plataforma de propostas... Bem disse, assim, já não começamos nada bem. Um abraço!

    ResponderExcluir
  6. Amigo Paulo César,
    Político é sujo da forma ao conteúdo: polui desde as rua e o ambiente à moral e à ética.
    E o pior é que por esses caminhos tortos e tortuosos conseguem se eleger, como tripúdio às leis, normas e preceitos sociais.
    Gostaria que o voto fosse facultativo.

    Abraços!

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100