terça-feira, 25 de setembro de 2012

Os 90 anos do rádio no Brasil

Edgar Roquette Pinto: médico, professor e antropólogo, nascido em 25 de setembro de 1884 na cidade do Rio de Janeiro; imortalizou seu nome no cenário da comunicação, conhecido por todos como o pai da radiodifusão brasileira. Por essa razão, 25 de setembro é comemorado o dia do rádio. Ele fundou em 1923 a primeira emissora de rádio no Brasil, a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, mais tarde passando a se chamar Rádio MEC. Essa emissora se mantem viva até os dias de hoje, operando na frequência de 800 KHZ AM e, em canal FM, frequência de 98.9 MHZ da capital fluminense. Em 1934 fundou também a Rádio Escola Municipal do Rio de Janeiro, que passa a ser referida como Rádio Roquette Pinto em 1946, se mantendo com esse nome até os dias de hoje. Atualmente essa emissora opera em FM na frequência de 94.1 MHZ da cidade do Rio de Janeiro. O canal AM 630 KHZ se encontra desativado. De todos os veículos de comunicação existentes, o rádio é o que mais amo. Durante quase 15 anos me dediquei integralmente a ele, ocupando seus microfones e levando minha comunicação para tanta gente. Na realidade o rádio nunca saiu de mim e jamais sairá. Hoje rendo aqui nesse espaço, toda minha devoção de amor e paixão a esse que é o veículo de comunicação com maior credibilidade no Brasil e também o mais dinâmico. Parabéns ao rádio brasileiro; desde a emissora mais humilde até a mais famosa, viva o rádio pelos seus 90 anos.
Comentário(s)
6 Comentário(s)

6 comentários :

  1. E pensar que eu vi o primeiro rádio no alvorecer dos anos 60.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  2. Olá Paulo César! Parabéns radialista! Essa paixão vocacional nunca nos liberta! E, o rádio era na minha infância o que hoje a internet é para nós! Era o único meio de comunicação social - notícias, novelas, programas de auditório, propagandas... tudo era ouvido pela família reunida em torno do mesmo. Tinha o rádio lugar de destaque na casa! Apesar do excesso de tecnologia que temos hoje, é o rádio ainda um grande companheiro.
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  3. Paulo, querido amigo!
    Antes de mais nada, te desejo os parabéns também, já que você fez um pouco parte dessa história toda! :)
    O rádio é apaixonante mesmo, tem toda uma linguagem especial: os spots, por exemplo, e esse ritmo todo é para poucos - radialistas, produção, e mesmo os publicitários que às vezes precisam fazer spots de 15 segundos e ainda estimular uma venda. As transmissões ao vivo, são um espetáculo à parte, também.
    Parabéns, amigo!
    Beijos e ótimos dias!

    ResponderExcluir
  4. Olá, grande amigo Paulo!
    Foi bom saber mais sobre a história do nosso rádio. Sou fascinado por rádio.
    Confesso que tenho desejo de conhecer como funciona uma rádio, mas até agora, somente vi pela televisão. Quando era criança, adquiri um radinho de pilha e passava o dia todo ouvido desde música ao noticiário (até a Voz do Brasil).
    Seus artigos são, além de informativos, didáticos e enriquecem nosso conhecimento.

    Abraços do amigo.

    ResponderExcluir
  5. Eu ainda uso rádio, às vezes ligo baixinho "à noite e fico escutando música; adoro!
    Beijos, Paulo e tenha um dia de paz amanhã "quarta-feira.
    SEMPRE! MUITA SAÚDE E ´PAZ...
    OBRIGADA PELA TUA AMIZADE "TÃO VALIOSA PRA MIM.

    ResponderExcluir
  6. PC, confesso que já fui muito fã de rádio, até a metade dos anos 90 eu escutava muito rádio, mas depois fui deixando de lado, mas mesmo assim, a rádio ainda tem muita força nos dias de hoje, e tem inúmeros fãs.

    Abração pra ti.

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100