segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Portugal e a crise econômica

Portugal anunciou novas medidas de austeridade para 2013. É a luta que o país vem travando com a dura realidade de uma crise econômica. Como deve ser do conhecimento de todos, Portugal, que recebe assistência financeira, enfrenta dificuldades para honrar seus compromissos de redução do déficit público. O desemprego no país aumentou consideravelmente e o governo já prevê uma taxa recorde de 16% para o próximo ano. O próprio primeiro-ministro Pedro Passos Coelho reconheceu que o desemprego atingiu um nível intolerável. Um dos piores momentos de uma crise no plano de sua economia, penso eu, é o desemprego, pois atinge famílias e, principalmente aquelas de menor poder aquisitivo. Eu continuo na minha forte torcida para que Portugal possa encontrar um caminho livre dos empecilhos que o impede de trilhar por uma estrada mais florida e menos esburacada.
Comentário(s)
5 Comentário(s)

5 comentários :

  1. Incrível mesmo, Paulo toda essa situação! Europa estagnada e querendo ou não traz reflexos por aqui também. Sendo o desemprego a maior brutalidade social, pois a desvalorização humana doi na carne de quem a sofre. Uno-me à sua torcida para que dias melhores venham para todos!
    [ ] Célia.

    ResponderExcluir
  2. Oi Paulo,

    Tudo bem? A situação de Portugal é preocupante porque o país não tem um indústria que suporte o desaquecimento, muito menos um mercado de consumo que seja suficiente para políticas monetárias. Na Espanha, o desemprego já é da ordem de 40%, ou seja, de cada 10 espanhóis, o4 estão desempregados. Espero que essa situação não seja o limite em Portugal.

    Boa semana.

    ResponderExcluir
  3. Amigo Paulo César,
    Desde a crise financeira que se iniciou nos Estados Unidos em 2008 que a Comunidade Europeia sofre, sobretudo, alguns países-membros, como a Grécia, que foi o primeiro a sentir; seguido pela Irlanda, Itália, Espanha e agora, nossos irmãos portugueses.
    Como são um povo culto, inteligente e trabalhador, tenho confiança e certeza de que irá sair dessa situação incômoda com louvor, pois já superaram outras outrora.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Eu vejo essas crises pelo mundo e vejo o nosso país cada vez mais sólido! Toda vez que analizo essa situação eu me pergunto: Quando é que o brasileiro vai agradecer ao Fernando Henrique Cardoso?????????

    ResponderExcluir
  5. Meu amigo, o desemprego aumentou muito e pode ter a certeza que vai aumentar mais. Ninguém cresce passando fome. E a economia do País também ao crescerá, sem meios. Há imensas casas em que os dois membros do casal estavam empregados na mesma empresa, e estão hoje os dois no desemprego. As únicas coisas que crescem neste País, são a violência, o crime, a fome, e a miséria.
    Só para ter a ideia do que são estas novas medidas, elas são contestadas pelos trabalhadores, pelos sindicatos e pelos patrões, incluindo o patrão da Sonae que é um dos homens mais ricos do País.
    Um abraço

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100