sexta-feira, 27 de junho de 2014

A falência moral da política brasileira

A formação de algumas alianças políticas feitas por partidos que buscam obter uma grande vitória nas urnas nas eleições de outubro, tanto em âmbito local (em alguns estados), quanto nacional, sintetiza muito bem a falência moral da política brasileira. Talvez se aproveitando de toda visibilidade que a Copa do Mundo atrai para ela nesse momento, os personagens da cena política brasileira, aqueles que sempre trocaram acusações de todo tipo entre eles, se valeram da enorme atenção que essa competição esportiva desperta na grande mídia para tratarem de seus interesses comuns. É incrível como em tão curto espaço de tempo, muitos deles se tornaram companheiros na mesma trincheira e adversários dos grupos políticos que até bem pouco tempo faziam parte. Isso tudo com uma única intenção, o poder. Os meios para que isso aconteça parece ser o que menos importa para essa gente. Pior é que os personagens envolvidos nesse tosco folhetim de imoralidades não sentem o menor constrangimento de seus atos nem mesmo quando se veem despidos de suas máscaras diante da opinião pública e da sociedade em geral. Triste mesmo é ter que aceitar em meio a tudo isso a dura realidade da obrigatoriedade do voto. Mesmo reconhecendo que isso não é legítimo de uma democracia, quero dizer que não existe sistema de governo melhor que esse e nem nunca haverá. O problema é que no Brasil, de acordo com o meu pensar, a democracia não é plena. De certa forma, é como se a ditadura nunca tivesse acabado de vez por aqui. Na verdade, camuflada, a ditadura age no recôndito de uma democracia que é apenas superficial e não real na sua forma e significado. Eu sei que pode parecer absurdo o que digo, mas não consigo enxergar de outro jeito os modos nada democráticos de como os mandatários deste país nos tratam. Esta é a minha opinião.
Comentário(s)
7 Comentário(s)

7 comentários :

  1. Sua crônica sobre a falência moral da política brasileira é de uma conscienciosidade incrível. TUDO PELO PODER não importando o "COMO"... mas estar SOBERANO maquiado em uma pseudo democracia é a estratégia de muitos! Feliz quem se "liberta" dessa lavagem cerebral!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. E por aqui não é muito diferente amigo. Os ricos estão cada dia mais ricos, os pobres cada vez mais pobres, os jovens qualificados procuram no estrangeiro, um futuro que o país lhes nega, os velhos, ficam na maior solidão, as reformas cada dia mais pequenas, o custo de vida cada dia mais alto.
    Um dia destes Portugal está transformado numa colonia de férias para os reformados ricos da Europa.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
  3. Paulo César, querido amigo!
    Tudo bem contigo?

    Pois... bem-vindo ao mundo da política :) onde nem tudo o que reluz é ouro, e o que se esconde... é mais misterioso que filme de suspense...
    Alianças ora impossíveis, agora concretizadas, e por aí vai...
    e nós eleitores ficamos com aquela sensação de que cada vez é mais difícil separar o joio do trigo.

    Grande beijo e ótimos dias!

    ResponderExcluir
  4. Parabens meu amigo! Tudo o que falou está correto! Prabens pela sua visão dos fatos!

    ResponderExcluir
  5. PC, ótimo texto, e cheguei a conclusão de que, a política em si é boa, tem propósitos nobres, o que não presta são as pessoas, e, na sua grande maioria, as que migram para a política são aquelas que querem levar vantagem, roubar, desviar, lograr êxitos escusos, enfim, onde houver homens, tudo o que tiver um propósito bom será deturpado.

    Um grande abração pra ti.

    ResponderExcluir
  6. Oi, PC, como vai? Eu sempre achei que há sim uma ditadura enrustida... o país está longe de ser livre politicamente, porque primeiro precisaria ser livre culturalmente. As pessoas não se interessam em se lapidar culturalmente. Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. PC,infelizmente estou chegando a uma triste constatação:política e moral são coisas que não se associam...pelo menos aos politiqueiros brasileiros...Buraco sem fim.

    Beijão,Dani!

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100