quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

A intervenção no Rio

O projeto de segurança pública no Rio, baseado nas UPPs, consagrou o depois revelado ladrão do erário Sérgio Cabral. Agora, uma vez mais, a segurança pública fluminense pode se tornar palanque para muitos políticos. Se a intervenção não apresentar os resultados que a população espera, o presidente Michel Temer estará morto políticamente como morto já está o companheiro de partido, o desgovernador Luiz Fernando Pezão. Mas, por outro lado, se o ato de intervir na segurança se mostrar benéfico para o Rio, Temer vai ficar muito bem na foto. Diz o dito popular que "filho feio não tem pai", porém, se na prática o decreto intervencionista do presidente lograr êxito, adivinha quem se apresentará como o pai da criança? Michel Temer, o próprio. Sou defensor da intervenção, pois penso que o governo, que na verdade prefiro chamar de desgoverno do Estado do Rio, perdeu a capacidade de gerir o Estado. Essa gente que governa o Brasil (MDB) e que já governava com o PT antes não merece de mim nenhuma confiança. É por isso que temo pela seriedade da coisa. Mesmo assim, não me coloco contra a decisão de intervencionismo no Rio. Sempre deixei claro aqui que não nutro simpatia pelo Temer, entretanto, para mim, o que importa é o que de bom possa surgir a partir daquilo que foi decidido. Espero que a intervenção possa ter o seu real propósito e não o de palanque eleitoral apenas. É o que quero crer, apesar de minha total desconfiança no presidente e seu grupo político.
Comentário(s)
1 Comentário(s)

Um comentário :

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100