sexta-feira, 28 de outubro de 2011

O Rádio brasileiro chora a morte do mestre Luiz Mendes

Essa semana publiquei um artigo aqui no blog que falava sobre a crônica esportiva de ontem e de hoje. Nela relacionei alguns nomes que ao longo desses meus 39 anos de idade tive a felicidade de acompanhar. Entre os três nomes relacionados por mim como exemplo de grandes cronistas, citei o nome do gaúcho Luiz Mendes, LEIA AQUI. Pois bem, desde ontem, (27/10) o mestre Luiz Mendes não brilha mais na terra e sim no céu. Sua partida (morte) consternou toda imprensa esportiva e causou em todos os fãs e amigos de profissão uma grande comoção. Luiz Mendes tinha 87 anos.
Foto: O Globo

Ele era gaúcho de Palmeiras das Missões e estava casado há mais de 50 anos com a atriz e radialista Daisy Lucidi, com quem teve um filho, netos e uma bisneta. Apesar de fazer toda sua vida profissional no Rio, Luiz Mendes era um profundo apaixonado pelo seu Rio Grande do Sul. Se orgulhava tanto de ser gaúcho, que mesmo com longos anos de Rio de Janeiro, cidade que aprendeu a amar, nunca perdeu o sotaque e o jeito gaúcho de ser. Na sua exemplar imparcialidade, coisa tão rara em muitos comentaristas hoje em dia, Mendes nunca deixava transparecer suas duas paixões no futebol, o Botafogo e o Grêmio. Era uma doce figura humana e uma verdadeira enciclopédia viva do futebol. Luiz Mendes foi fundador da Rádio Globo do Rio de Janeiro, emissora criada pelo jornalista Roberto Marinho e onde trabalhou até o fim de seus dias. Antes de morrer, a jornalista Ana Maria Pires escreveu um livro sobre a vida de Luiz Mendes, intitulado, minha gente. Vale a pena ler. Luiz Mendes deixará saudades e um grande legado na comunicação esportiva brasileira.
Ouçam aqui a homenagem da Rádio Globo para Luiz Mendes
Comentário(s)
7 Comentário(s)

7 comentários :

  1. É sempre com tristeza que vemos partir, aqueles que de uma maneira opu de outra são uma referência para nós.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  2. Pois então, Paulo César... valores que se vão... e nem sempre valorizados foram em vida! Depois, de nada mais servirá as homenagens póstumas! Pelo que você relata, Luiz Mendes desestabiliza minha opinião, pois teve seu valor e reconhecido! Em paz!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  3. Li sua postagem anterior, quando se referiu ao desagradável fato de os comentaristas não usarem de isenção em suas transmissões.
    É sempre lamentável quando a pessoa que nos deixa merece admiração. Que tenha encontrado um espaço bem especial, do outro lado.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Eu fui pego de surpresa esses dias com essa notícia triste, que me deixou muito comovido. Desde que eu me entendo por gente e acompanho futebol, eu acompanhava os comentários do "Tchê" na rádio Globo. Esteve presente na vida de várias gerações que acompanham futebol, e vai deixar enormes saudades.

    Grande abraço,
    Almir Ferreira
    Rama na Vimana

    ResponderExcluir
  5. Olá Paulo,
    De certa forma, além de informativo, seu texto também é uma homenagem a ele.
    Tenha um ótimo final de semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Infelizmente estamos aqui hoje e o amanhã é muito incerto.Lamentavel a perda.
    Bem meu amigo em agradecimento a alguns amigos virtuais lá no meu cantinho tem selo especial para amigos especiais. Se quizeres é só passar lá.
    Tenha um ótimo fim de semana com muita paz.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  7. Perdas que deixam uma lacuna que dificilmente será preenchida. Fica o exemplo, o legado.

    Um beijo Paulo!

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100