quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Ex-zona portuária de Porto Alegre será transformada

Reprodução/ iG
Com investimento de R$ 350 milhões, a ex-zona portuária de Porto Alegre vai se transformar num complexo de lazer, gastronomia, negócios e cultura. O investimento dará novos ares a capital gaúcha. O Cais Mauá, em decadência desde a metade do século 20, foi finalizado na década de 60 e desativado em 2005. Liderado pelos espanhóis, o consórcio Porto Cais Mauá Brasil foi declarado vencedor da licitação em dezembro de 2010 através de uma concorrência pública. De tal modo, que o consórcio tem o compromisso de gastar pelo menos R$ 350 milhões no projeto, mas o investimento total deve chegar a R$ 570 milhões. O Cais Mauá é uma faixa de 2km de extensão com, aproximadamente, 187 mil m² e está localizado entre a Usina do Gasômetro, o centro histórico e a saída da capital gaúcha. Está dividido em três setores: Gasômetro, Armazéns e Docas. Com a revitalização surgirão: parque empresarial, shopping center e áreas comerciais como, restaurantes, hotel, estacionamentos, áreas culturais, de eventos, de passeio e de lazer para a população. Até 2014, as áreas de circulação, lojas e restaurantes devem ficar prontos, se tornando um novo ponto turístico de Porto Alegre durante a Copa do Mundo. Calcula-se em quatro anos, a conclusão de todo projeto.
Comentário(s)
5 Comentário(s)

5 comentários :

  1. Pois é... por um lado será otimo, empregos, lazer e um visual mais bonito, por outro lado, tem a educação horrivel e saude pior ainda, não sei como anda estes dois quesitos em Porto Alegre, mais a situação está dificil em todo lugar.

    Obrigada pelo comentário carinhoso =D Bjks

    ResponderExcluir
  2. Olá Paulo,
    É um projeto interessante. Porto Alegre só terá a ganhar. Quanto mais atrativos para a cidade, maior o turismo e mais renda para a cidade.
    Tenha um ótimo dia.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Olá Paulo César!
    Como o espaço hoje em dia está a cada dia mais exíguo, não se pode desperdiçar assim.
    Pelo jeito, será bem aproveitado e não poderia ser por outro motivo senão pelo comércio, que impõe o ritmo de tudo modernamente.

    Você busca a notícia onde quer que esteja, hein!
    Muito bom assim.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Paulo, tudo bem?
    Interessante a pauta!
    Aqui do Porto..., amigo, deu certa polêmica essa história, o pessoal por aqui estava contra, pois antes seria verba pública a ser empregada, com projeto do governo. Agora, é uma PPP - parceria público privada, arrendaram para um grupo espanhol, a coisa se acalmou, esperaremos que tudo esteja de acordo. Se assim for, ganham todos e o turismo que carece de atrativos.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  5. Barbaridade!Tive que ler sobre esse assunto aqui no teu blog.Estava completamente por fora.
    Com polemica ou não,seja a grana de onde vier,essa área precisa de reformas mesmo e de modernidade.Vai ficar bacana com toda certeza,gerar mais trabalhos e nossa Porto Alegre vai ficar ainda mais atraente tanto para nós como para os turistas.
    Bom fds,PC,e obrigada pelo carinho.Como venho dizendo sempre,tu és um cavalheiro!
    Sou tua fã!
    Bjca

    ResponderExcluir

Gostou do blog? Volte sempre que desejar. Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto, entre em contato: detudoumpoucominhaopinião@yahoo.com.br

Números telefônicos de utilidade pública no Brasil

  • Delegacias Regionais do Trabalho - 158
  • Informações sobre oferta de emprego (Sine) – 157
  • Serviço Municipal – 156
  • Serviço Estadual – 155
  • Detran – 154
  • Guarda Municipal – 153
  • Ibama – 152
  • Procon – 151
  • Vigilância Sanitária – 150
  • Justiça Eleitoral – 148
  • Governo Federal – 138
  • Transporte Público – 118
  • Energia Elétrica – 116
  • Água e Esgoto – 115
  • Serviços ofertados pelas prestadoras dos Serviços de Comunicação Eletrônica de Massa – 106
  • Serviços oferecidos por prestadoras de serviços móveis de interesse coletivo – 105
  • Serviços ofertados por prestadoras de serviço telefônico fixo – 103
  • Defesa Civil – 199
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Civil – 197
  • Polícia Federal – 194
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Ambulância – 192
  • Polícia Rodoviária Federal – 191
  • Polícia Militar – 190
  • Disque- Denúncia – 181
  • Delegacias especializadas no atendimento à Mulher – 180
  • Serviços de Emergência no âmbito do Mercosul – 128
  • Secretaria dos Direitos Humanos - 100